Página 1 de 1

Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: quinta dez 29, 2011 1:30 am
por rickadm

Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo



     O Método de Conversão Gradual, como o próprio nome diz, refere-se a ir progredindo aos poucos, suavemente, sem grandes sacrifícios. Não significa que seja extremamente fácil, mas sim, que é algo feito aos poucos, no ritmo que a pessoa se sinta confortável.

     Este método pode ser utilizado para se atingir qualquer objetivo que a pessoa deseje, isto é, frutarianismo, liquidarianismo ou respiratorianismo. O que difere entre eles é que ao atingir o objetivo final, a pessoa para por aí...

     A conversão é feita, dividindo o objetivo final em várias etapas, que basicamente são as seguintes:

          1) Eliminar as carnes vermelhas;
          2) Eliminar a carne de frango;
          3) Eliminar o peixe => Torna-se Ovo-Lacto-Vegetariano;
          4) Eliminar os ovos;
          5) Eliminar o leite => Torna-se Vegetariano;
          6) Eliminar os vegetais cozidos => Torna-se Vegan;
          7) Eliminar todos os vegetais e também tudo que não for frutas nem castanhas => Torna-se Frutariano;
          8) Eliminar o consumo de frutas em estado sólido => Torna-se Liquidariano;
          9) Eliminar tudo, ficando somente a água => Torna-se Respiratoriano.

     O último estágio (respiratorianismo), se for o objetivo final da pessoa, deve ser feito com extremo cuidado, levando o tempo que for necessário, pois não se trata apenas de eliminar uma forma de alimentação, mas também passar a receber a alimentação e a nutrição de uma energia chamada prana. Se a pessoa não fizer nada para estimular a captação do prana, o corpo vai ficar sem "matéria prima" para trabalhar e provavelmente acabará ficando doente.

     Após cada etapa, deve-se passar o tempo que for necessário para o corpo se habituar à nova ausencia e se estabilizar completamente, e somente depois que a pessoa já não sentir falta (necessidade, dependência) daquilo que foi retirado é que se pode pensar em passar para a etapa seguinte. É claro que quanto mais se progride, mais difícil é passar para a etapa seguinte, pois maior é o desafio. É claro que cada pessoa é diferente e portanto leva tempos diferentes, e portanto enquanto que uma pessoa pode levar alguns meses outra pode levar alguns anos para fazer exatamente a mesma conversão. E como é óbvio, há sempre muitos fatores a se considerar.

Rick


Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: sexta jan 27, 2012 11:33 am
por conhecimentosp
Optei pelo método gradual pois assim estou dando tempo ao meu corpo, para minha mente e para que eu possa ir entendo o que fiz ao longo de muito tempo que contribui para chegar no pico de inconsciencia que cheguei. Então agora invertendo a sequencia tirei as carnes em 18/10/2010 - tornando-me OVOLACTOVEGETARIANO, paralelo a isso fui também buscando formas de auxiliar a reprogramação que não fosse apenas ficar brigando com a vontade de comer, assim fui utilizando o SUNGAZING, a Respiração profunda e pausada, a Meditação e assim continuando por volta de Maio de 2011 deixei de ser OVOLACTOVEGETARIANO para adentrar na opção VEGAN de alimentação, assim passei a me alimentar de Frutas, Frutas Secas, Verduras, Raizes, Poupas e Claro sendo que o Sal e o Açucar e qualquer forma de fritura não entra. Processo iniciado no Final de outubro de 2011. E agora em Janeiro de 2012 estou entrando na Opção do FRUGIVORISMO - Deixando apenas as frutas in natura, retirando as frutas secas, continuo bebendo água e sucos somente das polpas.
http://www.youtube.com/watch?v=QKkAnARHEjs

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: sexta jan 27, 2012 2:40 pm
por Jacarishe
Olá conhecimentosp,

O seu trajeto é muito interessante e muito sólido. Na minha opinião é o melhor processo possível, pois dá tempo para o corpo ir se habituando às alterações e assim você acaba não perdendo muito peso e o corpo acaba por ir se limpando aos poucos e se livrando dos vícios. Parabéns pela grande determinação e pelo seu progresso. Não é nada fácil fazer o que você está fazendo, principalmente pelos vícios e pelo lado social.
Infelizmente não temos tido comentários aqui no fórum. Ficamos só nós dois conversando. Não tem problema nenhum, mas seria benéfico para todos se houvesse mais interação, pois enriqueceria e daria mais ânimo. Deve ser porque este fórum é muito recente. Enfim, só um pequeno desabafo. ;)
Você já tem 31 mensagens neste fórum... somos os membros que mais participam...

Uma pequenina sugestão bem boba: Você podia escolher um Avatar, isto é, um ícone como este que eu tenho aqui ao lado direito da mensagem, este lobo.

Para escolher um avatar, basta fazer:

     1) Lá em cima clica em: " Painel de Controle do Usuário "
     2) Escolha a Tab " Perfil " (lá em cima)
     3) Clica em " O seu Avatar "
     4) Clica no Botão " Mostrar Galeria "
     5) Clica na bolinha do avatara escolhido para selecionar
     6) Clica no Botão " Enviar "

Eu sei que é um detalhe bobo, mas se você quiser, fica a dica.



Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: segunda fev 06, 2012 12:12 am
por conhecimentosp
Olá!!
Jacarishe.

Sem problemas, o caminho é assim mesmo, poucos terão abertura de consciência. mesmo porque não depende do que esteja em qualquer lugar. Já que se trata de uma auto descoberta, auto desafio e portanto auto consciência. Assim estou tranquilo. Pois sei claramente que o desafio não esta fora, mas dentro de mim. Assim será para qualquer um que quiser entrar neste território. Pois não se trata de uma fórmula mágica, mas sim a busca de consciência. Por isto consciência prânica é o assunto mais fantastico que já vi. E como sabemos consciência não se ensina, se busca. Mas nada como deixar o caminho trilhado para que outros possam se identificar e verificar se o mesmo desperte suas próprias habilidades em lidar com as variáveis pessoais para que possa quebrar seus próprios DOGMAS e PARADIGMAS. Porém como ja conhecemos muito bem este mundão, a massa vai pela mídia que é tudo baseado no débito e crédito. E algo tão fantastico e de graça, que acreditaria. Já que a noção de valor hoje esta distrocida, e as mentes todas condicionada ao mesmo ciclo. Então prepara-se em bteve teremos um boom sobre o assunto. Porque assim que o sistema der um tropeço, muitas pessoas buscarão alternativas e elas estarão por aqui a disposição de quem tiver mente aberta.

Valeu

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: segunda fev 06, 2012 10:05 pm
por Jacarishe
Olá conhecimentosp !

conhecimentosp Escreveu:...Pois sei claramente que o desafio não esta fora, mas dentro de mim. Assim será para qualquer um que quiser entrar neste território. Pois não se trata de uma fórmula mágica, mas sim a busca de consciência.


É o que eu tenho notado ultimamente. É uma questão de consciência e nível de vibração. Sempre que eu tento comer apenas frutas, sinto que ainda não estou bem preparado para o nível de vibração associado. Fica-se muito leve e parece que a gente meio que frutua. Nem se fala em quem esteja mesmo no viver de luz ou inédia.

conhecimentosp Escreveu:Por isto consciência prânica é o assunto mais fantastico que já vi. E como sabemos consciência não se ensina, se busca. Mas nada como deixar o caminho trilhado para que outros possam se identificar e verificar se o mesmo desperte suas próprias habilidades em lidar com as variáveis pessoais para que possa quebrar seus próprios DOGMAS e PARADIGMAS.


Eu também me apaixonei por este assunto desde a primeira vez que eu fiquei sabendo da sua existência. É incrível como algo tão simples pode fazer tanta diferença em todos os sentidos.

conhecimentosp Escreveu:Porém como ja conhecemos muito bem este mundão, a massa vai pela mídia que é tudo baseado no débito e crédito. E algo tão fantastico e de graça, quem acreditaria. Já que a noção de valor hoje esta distrocida, e as mentes todas condicionada ao mesmo ciclo. Então prepara-se em breve teremos um boom sobre o assunto. Porque assim que o sistema der um tropeço, muitas pessoas buscarão alternativas e elas estarão por aqui a disposição de quem tiver mente aberta.


A massa leva um pouco mais de tempo, e como você disse, conforme as coisas apertam e os recursos naturais ficam escassos e as pessoas sintam que o sistema atual está desmoronando, acredito que as pessoas vão mesmo procurar opções que sejam mais baratas, mais saudáveis e mais ecológicas e a consciência prânica é estas três coisas ao mesmo tempo.

Até mais

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: segunda fev 06, 2012 10:45 pm
por conhecimentosp
Ola!
Jacareshi

Como andam os planos sobre o assunto viver de PRANA?? E quais estão sendo os desafios??
Algumas percepção diferente adquirida depois de seguir o novo habito alimentar??
O que anda integrando para trabalhar a questão do campo vibracional??

até logo

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: terça fev 07, 2012 2:47 pm
por Jacarishe
Oi conhecimentosp,

Os planos ainda não estão definidos...
Neste momento ainda não tenho um novo hábito alimentar bem definido.
Compro frutas todas as semanas, mas o vício da comida ainda me incomoda e eu acabo cedendo.
Em relação ao campo vibracional ainda não tenho integrado nada além de afirmações mentais positivas.
Não como carne e nem frango. Peixe muito raramente. Mas não sou vegetariano e nem frutariano. Sou mais ou menos pizzo-frutariano (pizza + frutas).
Não estou fazendo um progresso bem definido como você.
De qualquer forma, minha meta é mesmo viver de luz, sem dúvida nenhuma.

Até mais

conhecimentosp Escreveu:Ola!
Jacareshi

Como andam os planos sobre o assunto viver de PRANA?? E quais estão sendo os desafios??
Algumas percepção diferente adquirida depois de seguir o novo habito alimentar??
O que anda integrando para trabalhar a questão do campo vibracional??

até logo

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: terça fev 07, 2012 10:45 pm
por conhecimentosp
Olá!!

Jacareshi.
Tudo ao seu tempo. Claro que cada um escolhe o melhor momento para seguir enfrente, pois exige um certo esforço interno, para quando se
sentir apto a seguir em frente seja fundamental.
Gostei do pizza frutariano. :)
A algum tempo não como pizza, pois percebi que ao comer no dia seguinte sentia o estomago mais pesado e assim sempre foco deixar o organismo mais leve, para ir sentindo os efeitos. Mas vamos seguindo. Só sei que é fantastico poder superar o allimento fisico e apenas saborear por prazer de sentir sabores.
Sem a necessidade de ser por obrigação. Mas até lá vamos dar tempo ao tempo.

Valeu..

Até logo

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: quarta mai 09, 2012 7:31 pm
por EUemLuz
Olá a todos. Essa é a primeira mensagem que envio para o forum. Realmente será importante compartilhar alguns progressos por aqui, pois uma das maiores dificuldades que estou encontrando é o quanto me sinto sozinha sem ter com quem trocar ideias.
Minha dúvida é: já que estou progressivamente me alimentando de prana e deixando os alimentos posso sentir que minha energia já da luz e do prana (os doces são meus maiores dominadores, é verdade). Farei uma atividade de grande esforço em junho, muitas caminhadas e trilhas, muitos quilômetros caminhados por dia em meio a uma natureza fantástica. Tenho que ter algum tipo de cuidado para esse tipo de atividade ou se eu sentir que estou com boa energia posso ir administrando minha alimentação conforme eu desejar? Posso ficar muitas horas em jejum se estiver me sentindo bem?
Grande abraço bem iluminado para todos.

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: quarta mai 09, 2012 9:54 pm
por Espirito_eterno
Olá EUemLuz!

Seja bem vinda ao fórum! Para começar se você deseja se libertar dos doces continue lutando contra eles e diga que já é livre de tudo que te limita (a lei da atração se aplica aqui, sentimento + foco do pensamento, para se criar um forte sentimento de amor pode-se trabalhar no chacra cardíaco), um dia isso vira realidade! :D
Bom, o normal é que pessoas que se alimentam de prana não tenha nenhuma limitação em atividade físicas, ao contrário disto, elas se sentem melhores que a maioria das pessoas comuns. Você tem que ver em que etapa você está (Vegetariana, Vegan, Raw Vegan, Liquidariana...), se você se sente bem acho que não tem problemas maiores, porém eu evitaria fazer jejum nesse período de atividades extras, entretanto o melhor a fazer é seguir sua intuição.

Até mais.

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: quinta mai 10, 2012 12:34 am
por conhecimentosp
Seja bem vinda!!
EUem Luz

A questão é saber se você realmente esta sendo nutrida pelo PRANA. Que método anda utilizando??
Meditação, SUNGAZING, Respirações de 4 tempos ou outro método.
Antes de fazer um verdadeiro esforço fisico, precisa saber se realmente você ja esta sintonizada com este padrão vibratório que permite que seu corpo assimile esta energia e então não mais precise buscar energia no alimento fisico. Esta é a questão.
Seria prudente antes ficar sem se allimentar um longo período mas observando as reações do seu organismo e a questão energética e mental associada ao não comer alimento fisico, mas apenas se nutrir de PRANA. Assim você terá certeza da sua real situação referente a esta fonte de energia. E ai sim, quando estiver segura e souber o que se passa no seu corpo fisico e mental. Partir para jornadas que envolvam o esforço fisico. Os casos que acompanhei o pessoal no minimo acaba levando suco concentrado com água. Assim a agua acaba sendo uma fonte de limpeza para o corpo fisico e o sumo vai dar o gostinho de estar saboreando algo. Por isso a observação. E realmente você não tera mais limites, porém terá que realmente sentir-se alimentada pelo PRANA e não apenas acreditr que esta e forçar os limites antes de saber sua real posição sobre o assunto.
Com relação aos doces eu apenas troquei por frutas que me decem o prazer do doce. E são muitas opções.
Cana de açucar, caqui, mamão, banana, jaca todos são muito bom forncedores do gostinho de doce. Agora comer realmente uma vez perdida não tem problema o duro é não quebrar o habito e acabar ficando viciado no açúcar que uma verdadeira bomba no organismo.

E boa caminhada. E pode ter certeza a natureza irá prover muita energia para você, bastar estar conectada e abosorve-la.

Até mais

quote="EUemLuz"]Olá a todos. Essa é a primeira mensagem que envio para o forum. Realmente será importante compartilhar alguns progressos por aqui, pois uma das maiores dificuldades que estou encontrando é o quanto me sinto sozinha sem ter com quem trocar ideias.
Minha dúvida é: já que estou progressivamente me alimentando de prana e deixando os alimentos posso sentir que minha energia já da luz e do prana (os doces são meus maiores dominadores, é verdade). Farei uma atividade de grande esforço em junho, muitas caminhadas e trilhas, muitos quilômetros caminhados por dia em meio a uma natureza fantástica. Tenho que ter algum tipo de cuidado para esse tipo de atividade ou se eu sentir que estou com boa energia posso ir administrando minha alimentação conforme eu desejar? Posso ficar muitas horas em jejum se estiver me sentindo bem?
Grande abraço bem iluminado para todos.[/quote]

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: segunda jul 30, 2012 2:22 am
por Pursonato
Já estou quase na 4° etapa... só como ovos de forma indireta, em pãos e massas. E digo que parar de comer carne, pra mim, foi tranquilo. Simplismente parei e não deu mais vontade de comer :diversao:
Aumentei bastante o consumo de frutas, verduras e legumes (alguns cozidos). E estou vendo que passar a comer somente fruta, não vai ser fácil :cry:
Mas minha vontade prevalecerá, pois ela é bem forte. :treinando:

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: terça jul 31, 2012 6:17 am
por Jacarishe
É muito legal ver a sua força de vontade Pursonato !!!

Mas, na minha opinião, você vai ter que acelerar muito as coisas para que os teus 3 corpos estejam preparados para fazer o processo.

É muito importante você fazer meditação todos os dias, respirações pranayama e sungazing.

Também é importante você fazer algum algum exercício físico para estar em forma no momento em que vai iniciar o processo, pois a Jasmuheen diz no livro "Viver de Luz" que é muito mais fácil captar o prana se o corpo estiver forte e saudável.

É importante continuar lendo muito sobre o assunto (aqui no fórum tem muito material) para que a sua mente se acostume completamente com a idéia. Além disto, é importante estar em contato com pessoas que estejam também interessadas no tema, pois a energia acaba facilitando as coisas, você vai sentindo que é algo mais real.

Em relação às frutas, você pode fazer aos poucos.Você pode, a cada dia ir diminuindo a ingestão de comida e aumentando a ingestão de frutas, até que chega um ponto em que você só come frutas.

A parte emocional é importantíssima, senão você acaba emagrecendo muito. Você já notou que quando se está apaixonado não se tem fome ?
Também quando você está fazendo algo que você goste muito também não dá fome. Quando você recebe bastante amor e carinho também não dá fome.
O Steve (marido da Evelyn do "Jo Soares") disse que a comida é um substituto para o toque (contato físico, amor, carinho, atenção).
Portanto procure encontrar várias situações que você goste muito e se coloque nestas situações ou lugares com bastante frequência, e assim você poderá comer frutas ou fazer jejum e não emagrecer. E por falar em jejum, é importante você fazer um ou dois dias de jejum por semana, mesmo que não seja um jejum total. Pode ser fazer apenas uma refeição no dia todo, para começar. Depois de fazer isto algumas vezes, faz um jejum total, mas sempre bebe água. Nunca faça jejuns sem água, pois a água é muito importante para limpar o organismo. O jejum sem água será apenas durante os 7 primeiros dias do processo.

É também bem importante você planejar bem as coisas. Não faça tudo aleatoriamente. Planeje bem, pois o tempo passa muito rápido e acaba não dando tempo para se preparar tão bem quanto você queria caso não haja planejamento.

E não esqueça que é muito importante eliminar também o álcool e o cigarro, caso você use algum deles.

Bom, se você se dedicar bastante na preparação, é bem possível que você consiga. Tudo depende da sua força de vontade e dedicação, pois como se diz: Tudo o que a gente quer, a gente consegue. O problema que eu vejo, é que é bem difícil encontrar 21 dias livres para fazer o processo. Caso você não consegue em um período, geralmente tem que esperar mais um ano para fazer de novo.

Bom, é isto que eu tinha a dizer.

Até Mais


Pursonato Escreveu:Já estou quase na 4° etapa... só como ovos de forma indireta, em pãos e massas. E digo que parar de comer carne, pra mim, foi tranquilo. Simplismente parei e não deu mais vontade de comer :diversao:
Aumentei bastante o consumo de frutas, verduras e legumes (alguns cozidos). E estou vendo que passar a comer somente fruta, não vai ser fácil :cry:
Mas minha vontade prevalecerá, pois ela é bem forte. :treinando:

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: terça jul 31, 2012 12:35 pm
por alemmarinho
Olá!!

Pursonato

Depois das frutas você deve entrar na fase dos líquidos e jejuns alternados, sempre com água, mantendo atividades físicas. E ai sim você terá o seu corpo bem sintonizado e limpo, pois ao alcalinizar o seu corpo ele estará super oxigenado, usei muito o limão pois é um super alcalinizador, deixando você livre das toxinas que roubam o oxigênio das células do sangue. Então neste estágio passara facilmente pelo processo de 21 dias.
Assim como passei, mesmo estando em atividade de rotina. Foi possível.
Agora se você estiver num lugar tranquilo além de passar fácil, fácil vai ter maior oportunidade de sentir tudo o que o processo venha te proporcionar em termos de extra-fisicalidade.
O CAMINHO é este, porém o PROCESSO não é um fim em si mesmo, apenas um processo para algo realmente maior.

Valeu


Pursonato Escreveu:Já estou quase na 4° etapa... só como ovos de forma indireta, em pãos e massas. E digo que parar de comer carne, pra mim, foi tranquilo. Simplismente parei e não deu mais vontade de comer :diversao:
Aumentei bastante o consumo de frutas, verduras e legumes (alguns cozidos). E estou vendo que passar a comer somente fruta, não vai ser fácil :cry:
Mas minha vontade prevalecerá, pois ela é bem forte. :treinando:

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: terça jul 31, 2012 5:36 pm
por Espirito_eterno
Olá Pursonato!

Vai ser legal em termos de dividir experiência sobre uma rápida desintoxicação (que pode ser tão profunda quanto uma lenta) antes do processo.

Alemmarinho

Não acha que a causa de gases no processo dos 21 dias foi a limpeza dos resíduos de pães?
Conseguiu alguma melhora no caso do vitiligo?

Até mais!

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: quarta ago 01, 2012 5:54 pm
por alemmarinho
Olá!!!

Espirito eterno

Esta me faltando o fator sensibilizante, ou seja não estou tendo ambiente para tomar sol pois seria um reagente para acelerar o processo de pigmentação, mas sim, estão começando a escamar, como se tive-se se recondicionando, mas vou saber quando entrar um período de sol, pois fazer uma maior sensibilização sem os efeitos da acidez no corpo e por outro lado o figado agora limpo, permitindo produzir a melanina. Agora é uma questão de tempo, pois para quem sempre conviveu com elas desda da infância esta sendo mágico.

Com relação aos pães já tinha tirado durante a semana pois como frugívoro o pão não entra, e quase parado exceto no final de semana que comia com minha companheira.

Mas agora sem comer mais nada vamos ver o que vai dar :)

O tempo trará as respostas e a paciência revelará os segredos.

Até mais

Espirito_eterno Escreveu:
Alemmarinho

Não acha que a causa de gases no processo dos 21 dias foi a limpeza dos resíduos de pães?
Conseguiu alguma melhora no caso do vitiligo?

Até mais!

Re: Método de Conversão Gradual ao Repiratorianismo

MensagemEnviado: segunda abr 17, 2017 4:01 am
por noloop
Nasci em 14 de julho de 1995 talvez as 9:45, é o que está na certidão, não sei ao certo.
Minha infância me alimentei como uma criança que gosta de comer doces, também ingeria muitos remédios, todos os dias, pois tinha epilepsia, as convulsões pararam na minha adolescência, que foi quando comecei a ingerir álcool, lembro de minha primeira vez, no outro dia acordei e falei "é isso que quero, ficar assim todos os dias" me sentia melhor bebendo, mas sempre fui extremista no que faço e acabava exagerando muitas vezes, nesse período também comia de tudo, uns anos se passaram e cada vez bebia mais, até que um dia decidi parar, porque tive um noite muito ruim, ai comecei a só fumar, comer(brigadeiros) maconha, fiquei quase 6 meses assim, quase n bebendo, só as vezes bebendo um vinho, sempre gostei muito de vinho, ai com 17 anos decidi experimentar LSD, e tomei, e foi uma experiencia forte, tomei junto de um amigo, havia terminado de ler o livro dos mortos tibetano naquela semana, pensei bastante em minha viagem, e dali para frente mudou tudo, via o mundo diferente, me aprofundei mais em tudo, na semana que passou não precisava de nada, me sentia bem, mas na segunda semana voltou meu ódio por estar aqui, por tudo ser do jeito que é, etc e voltei a fumar maconha, e numa sexta estava muito estressado fui fumar, e inciou uma onda diferente, fiquei sem entender, era um flashback acontecendo, demorei entender que era isso, só que no outro dia acordo olho para a parede, e pronto ainda estava acontecendo, tudo continuava se mexendo, e fiquei mais de um ano paranoico com essa coisa que não parava, mas ela sempre esteve ali, só dava mais atenção agora, aprendera a dar mais atenção ao que via, era só isso, só que tinha medo, fiquei um ano, voltei a beber, e tomando varias pilulas antipsicóticas e para dormir, e sempre fui de fumar cigarros também, nessa época ainda me alimentava de tudo, e me alimentava muito mal, fui morar de frente para o mar com uma guria, surfava quase todo dia, e bebia bastante também, muita maconha, e as vezes pilulas, só que estava cansado, escrevo desde criança, e sentia algo que precisava escrever, e não dava ali, naquele momento não dava, fui para outra cidade, morei sozinho, e comecei mesmo a escrever, mas acabei bebendo demais também, e chegava muitas vezes em casa e socava aquelas pilulas e cheirava, e muita cafeina isolada, ganhara uma sacola cheia delas de um amigo que trabalhava com isso, as ressacas eram pesadas, então depois de mais de 6 meses assim bebendo quase todos os dias, começou uma dor no abdome, e não sabia o que era, e continuei bebendo, até não dar mais, deu uns furos no estomago, ai tomei uns remédios, diminui como pude no álcool, as pilulas estavam acabando, a cafeina já tinha acabado, então fiquei assim, até que melhorei e comecei a beber de novo, isso já no outro ano, ai começou uma dor forte de novo, e demorei meses para descobrir que era o glutém, parei de comer glutém, e ela parou, ai tive que parar com a cerveja, a maioria dos uísques, vodca etc, e fiquei só bebendo vinho, catuaba e cachaça, parei com carne vermelha, só comia frango e peixe, frutas e verduras, ovo, nunca gostei de comer folhas, até que comecei a diminuir na bebida, não estava aguentando a beber como antes, sempre tinha uma dor no estomago quando comia, e é sempre muito difícil saber o que é que a causa quando se está ingerindo muita coisa, então decidi parar com frango e peixe, comendo arroz, feijão, batata, abobora, iname, cenoura, chuchu, mandioca, ovo e frutas, e também cigarros e as 3 bebidas que podia, mas geralmente só vinho e catuaba, e comecei a sentir repulsa quanto a comida, não gosto do fato de ser obrigado a comer, ter que matar animais e vegetais(acredito que vegetais tenham sua inteligencia e sejam sensíveis também, seria longo explicar isso), e agora ainda bebo, mas não todos os dias, mas quando bebo geralmente dou uma exagerada, não consigo entender essa coisa de estar aqui, e isso me incomoda muito, fico puto e bebo e fumo compulsivamente, é meio estupido, mas não sei, to sentindo nojo de comida, não estou querendo mais comer, mas acho que não conseguiria por conta do álcool, preciso "escapar" sempre dessa coisa, mas talvez essa coisa esteja ali no meu estomago querendo sair, ontem dei uma exagerada, não sou de vomitar, mas vomitei muito mesmo, até não ter mais nada, acordei me sentindo muito bem, sem nada no estomago, como se tivesse me limpado, mas ai fiz comida comi e de novo me senti mal, só que estou ainda com dúvida se paro ou não de comer, pois como faria, preciso mesmo as vezes sair da "realidade" bebendo, as pessoas tornam o mundo horrível e isso me incomoda demais várias vezes ao dia, quanto a mente está travada no loop da dualidade, ainda não consigo a entender, queria conversar com alguém com a mente em um nível diferente da minha, para tentar assistir de uma forma diferente o que vejo, porque agora que não ando comendo muita coisa mais é mais por ódio que qualquer outra coisa, ódio dessa natureza que nos obriga a tudo, e quando digo natureza é para se ler em um conceito mais profundo, não sei, acho que preciso entender algumas coisas antes de parar de comer e beber.