Página 1 de 1

Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta jul 26, 2012 1:48 pm
por ThiagoW

Meu Diário dos 21 Dias
( Diário de ThiagoW )


       É com muita satisfação que compartilho esse diário do meu processo de 21 dias para o viver de prana. Que seja de ajuda para muitos que procuram se libertar de seus vícios e ter mais conciência de si mesmos e do mundo à sua volta...
PAZ E LUZ PARA TODOS



1° Dia (2 de julho, segunda-feira)

MANHÃ:

       Acordei doente, tossia demais, à noite tive febre e dificuldade de respirar, adoeci no sabado e no domingo e o que me parece uma gripe ou bronquite, veio a piorar, porem eu já estava mais que decidido em passar pelo processo de 21 dias no começo de julho, pois adiar só iria me atrapalhar nos meses seguintes, e como já tinha planejado o mês de julho como o mês dessa iniciação, tomei somente um chá de camomila as 08h.

TARDE E NOITE:

       Durante o almoço tive um deslize e acabei comendo uma laranja (eu como ela inteira) mas foi só, e não me senti culpado. Durante toda a manhã, passei meditando, usando a auto-sugestão e tomando banho de sol para acabar com a doença e foi bem eficaz. À tarde os sintomas diminuiram mais de 50%, às 16h visualizo a luz entrando em meu corpo e depois fico assistindo filmes espiritualistas na internet. Às 20h sempre faço um ritual diário e hoje não foi diferente. Na hora de dormir, sinto somente um pouco de secreção no pulmão bem fraco. Não comi e nem bebi nada mais.
       Obs: neste dia não estava com total certeza se iria começar o processo de 21 dias, já que estava doente e tinha passado muito mal na noite anterior, caso não melhorasse realmente não proceguiria com o processo.



2° Dia (3 de julho, terça-feira)

MANHÃ:

       Acordei ainda com a secreção chata no pulmão, mas nada de mais, e nem reparei que estava sem fome e sem sede. Infelizmente não pude passar os 21 dias em retiro total, e estou realizando em casa, porem moro com 8 pessoas, e interações sociais são impossíveis de evitar, só tento ficar quieto e ignorar tudo ao meu redor. Às 10h medito em baixo do sol e sempre mantendo o máximo minha mente no presente o que é essencial. Quando pego minha mente pensando no passado ou futuro volto para o agora, e é incrivel como o ego gosta de viajar no tempo muitas vezes. Me pego pensando em algo fútil e desnecessário, mas tenho que me manter alerta. Na hora do almoço me visualizo na luz.

TARDE E NOITE:

       Das 13h até às 14h medito. Hoje não escapei de um trabalho braçal que tinha prometido ao meu tio e tive que ajudá-lo. Nada muito pesado e às 16h30 novamente me visualizo na luz e logo após leio um livro bem leve e relacionado ao espiritual. Até às 20h fico contemplando a noite e a lua cheia. Diminuí um pouco o ritmo do meu ritual diário para não forçar a barra, mas foi tranquilo, sem sede e nem fome.



3° Dia (4 de julho, quarta-feira)

MANHÃ:

       Hoje acordei às 4h da manhã com sede, boca seca e fraqueza. Levanto e medito na sala, prestando atenção no corpo e noto um desconforto maior nos braços, como se houvesse muitas toxinas acumuladas. Então medito com os braços para cima, como os yogues fazem, e realmente melhora. Apesar de um pouco fraco e lerdo, estou bem melhor do que quando acordei e consigo dormir de novo.
       Acordo novamente às 9h. Ainda me sinto fraco e meus batimentos cardíacos estão fortes. Fico toda a manhã tomando sol e escutando músicas leves e espiritualistas, ou só instrumental leve, e contemplando a manhã e meditando por pequenos intervalos de tempo, sempre afirmando meu contentamento e felicidade com a existência, e é claro, me mantendo no presente o máximo que posso, noto que quando medito, minha sensação de cansaço some, mas quando me movo demais, sinto a fraqueza voltar. Na hora do almoço, de novo me visualizo na luz.

TARDE E NOITE:

       Leio um livro, minha boca e garganta estão secas, e sempre que posso, faço gargarejo e cuspo. Devo confessar que a tentação de beber a agua não vem(!!!). Às 14h tomo um banho bem quente (que é até recomendado) que me revigora bastante. A fraqueza diminui consideravelmente. Vejo um filme do Deepak Chopra, que é bastante leve, na minha opinião. Às 20h, mais uma vez, diminuo ainda mais o ritmo de meu ritual diário. Me sinto bem, mas a secura perdura. Fico feliz que na maior parte do tempo não sinto sede nem fome. A parte pior foi na hora de dormir, pois não consigo parar de pensar no dia em que vou poder beber agua. Meu corpo está totalmente desconfortavel e nenhuma posição está dando certo. Sinto uma dor fraca na lombar e pernas, mas depois de “horas” me virando na cama consigo dormir.



4° Dia (5 de julho, quinta-feira)

MANHÃ:

       Novamente acordo às 4h da manhã. Sonhei com um anjo que me dava instruções de algo que não me lembro, em um jardim. Ele me passava pergaminhos que também não me lembro o que estava escrito. Sinto muito calor e uma dor desconfortável nas pernas. Levanto e vou para a sala. Tento meditar, mas não consigo por causa da dor, então deito com as pernas para cima no sofá da sala, para ver se dá resultado. Meu corpo já tem 3 dias que está soltando toxinas, e isso é normal do processo para que o corpo se limpe, e como era esperado, dores ocultas podem começar a aparecer, e como nunca senti dores nas pernas, então é bem provavel que seja isso mesmo. Bem, ficar com as pernas para cima ajudou, mas não parou a dor. Volto para a cama e consigo dormir.
       Acordo às 10h me sentindo super bem, apesar de a boca estar bem seca e a língua áspera. Mas não sinto sede nem fome. No livro da Jasmuheen, dizia que meu “espirito” (ou uma fração dele, sei lá), sairia nesta madrugada.
       Desde o primeiro dia que faço visualização do meu dia seguinte para que ele seja como eu planejei, ou pelo menos próximo, mas onten não fiz isto, deixei que meu dia fosse uma surpresa para mim. Não senti muita diferença, mas não tive vontade nenhuma de escutar música e meditar ao sol como nos outros dias. Eu só queria contemplar o silêncio e a manhã passou muito rápido. Quando me dei conta já era 13h30 e nem tinha feito nada !!!

TARDE E NOITE:

       Às 15h, medito e percebo que meus batimentos cardíacos ainda estão muito fortes. Consigo ouvi-los claramente durante a meditação. Às 16h leio um livro e depois me visualizo na luz. Às 20h, como sempre, faço meu ritual diário diminuído, mas faço mesmo assim. Dessa vez, fiquei muito cansado e decido parar com os rituais pelo menos até a chegada do “oásis da vida” (o sétimo dia em que posso beber água). Às 22h tenho uma infeliz desavença com minha esposa. Agora estou cansado, com sede, e emocionalmente abalado. Como eu já esperava, automaticamente vou até a cozinha e bebo um copo pequeno de agua, mas bem devagar, para não passar mau. Foi o mesmo que já havia acontecido em um jejum anterior, e foi a coisa mais gostosa que provei na minha vida, água fresca. Me sinto um pouco culpado, mas acredito que um copinho de agua não vai quebrar o processo e nem sequer acabou com minha sede (que acabou aumentando). Durmo bem tarde, às 3h da manhã.



5° Dia (6 de julho, sexta-feira)

MANHÃ:

       Acordo às 9h30 com o corpo um pouco mole e cansado, boca muito seca, e a lingua áspera, mas sem sede nem fome. Fiquei no terraço a manhã inteira para não ver ninguém, pois meu ego não me deixa em paz por causa da briga de ontem. Talvez queira encontrar um culpado ou mostrar como minha esposa foi negligente comigo, mas tento a todo tempo voltar ao presente e esquecer. Eu não devia ter passado por isso, não agora, mas tento entender como um desafio. Foi a manhã mais lenta e chata que tive, mas meditei bastante e fiquei bom.

TARDE E NOITE:

       Hoje à tarde eu não quis fazer nada. Só fiquei quieto, e é engraçado que mesmo sem beber nada aindo urino umas 4 vezes ao dia, e sai um branco esverdeado. Nunca urinei dessa cor. Só podem ser as toxinas, é claro. Só às 17h que fui molhar minhas plantas (modo de dizer, pois são arvores bem grandes), e nada mais. Não fiz o ritual diário como planejado, e fiquei totalmente quieto. Às 20h fui ler um livro e meditar. Às 22h comecei a sentir muita sede e boca seca. Mastiguei gelo e bochechei várias vezes. Também começou um desconforto no abdómem e fui ao banheiro. Foi a primeira vez que defequei em 5 dias, mas a sensação não aliviou. Fiquei sem sono por um bom tempo. Uma coisa que reparei foi que em todos os dias, sempre à noite, começam os verdadeiros desconfortos e dores. A sede começa a bater sempre à noite, e enchaguo a boca várias vezes à noite. Nunca vi nada igual.



6° Dia (7 de julho, sábado)

MANHÃ:

       Acordei às 6h sem sede nem fome, mas com muito desconforto na área do estômago. Não consegui meditar por causa disso, e ficar com as pernas para cima tambem não adiantou. Parece que meu estômago está inchado. Talvez por estar totamente vazio e os sucos gástricos o poderem estar prejudicando, ou talvez seja o acúmulo de toxinas presas. Estou com muito calor, por isso dormi sem cobertas, saio para molhar as plantas e está frio, mas não me incomodo. Paro porque o desconforto no estômago está demais. Volto e penso em beber um copo de água. A água ajuda a limpar o organismo, e se houver toxinas acumuladas no estômago, nada melhor que um bom copo de água, mas penso muito, tento sentir se a minha decisão de beber água não me traz sentimentos negativos, tanto físicos como mentais. Sinto que não me traz sentimentos negativos. Então peço a deus que isso não venha a me atrapalhar. Sabendo que há outros casos de pessoas que beberam água ou chás durante a primeira semana e conseguiram se tornar livres de comida, bebo devagar e realmente melhora, mas o calor que sentia me deixa de uma vez só, e o frio me pega com força total. Me enrolo nas cobertas e durmo.
       Acordo às 10h30 e isso é bom. Vou para o terraço, pois é uma boa terapia ficar adimirando o horizonte. Ainda sinto um leve desconforto no estômago, mas isso não me atrapalha. Medito, e na hora do almoço me visualizo na luz.

TARDE E NOITE:

       Não fiz nada demais à tarde, pois meu corpo está hoje muito cansado e mole. Sinto uma dor chata na coluna. Às 16h fui molhar as plantas e adimirar os passaros brincando na água. Às 18h me visualizo na luz. Passo a maior parte do tempo deitado na cama. Às 19h vou ler um livro e escutar música para o tempo passar. Às 21h o desconforto na barriga volta com força total, mas dessa vez não vou tomar água, pois só está faltando apenas um dia para o “oasis da vida“. Me viro várias vezes na cama, me mexo bastante para distrair a dor. Sim, agora dói demais, e me visualizo na luz mais uma vez, para ver se consigo aliviar, com minha força de vontade. Alivia muito, mas quando paro de visualizar, a dor começa a voltar, então tento visualizar a luz penetrando e curando principalmente na área da barriga, o máximo que posso. Quando paro, a dor volta a ser um desconforto. Nisso já são 23h e torço para dar meia noite, para tomar um bom copo de água e acabar com esse desconforto .



7° Dia (8 de julho, domingo)

MANHÃ:

       Às 00h30 tomei uns três copos de água, e até passei mal, mas mesmo assim dormi muito bem. Às 3h horas, acordo com a boca seca e tomo mais um copo de água. Volto a dormir. Desde o 3° dia que não durmo tanto e tão fácil. Acordo às 10h30 e fico um tempo na cama e agradecendo a deus por uma etapa vencida. Não sinto fome nenhuma. Depois leio no PC sobre outras pessoas que fizeram o processo, e escutando musica leve, estou me sentindo muito bem. Só a dorzinha na coluna ainda está presente, mas é bem suportável. Às 23h, tomo um suco de goiaba bem diluído, e às 12h tomo um creme puro de açaí de 300ml com minha esposa, e bebo água mineral de 500ml junto para que o creme não fique muito denso no meu estômago, mas consigo tomar só a metade do açaí. Mas a agua não dispenso, bebo tudo. Após isso, me visualizo na luz e faço outras visualizações para o futuro.

TARDE E NOITE:

       À tarde e à noite fiquei totalmente trancado no quarto. Vieram vários amigos para cá, e minha família fez um churrasco para o domingão (olha que maravilha). Como deixei claro que não queria contato com ninguém de fora, acabei dormindo de tarde até à noite, depois li um livro e escutei música. Às 2h da manhã fui dormir. Agora percebo que estou conseguindo dormir muito depois que comecei a ingerir liquidos, e pelo que estudei, isso é normal na segunda semana por causa do processo de cura que agora o corpo está passando.



8° Dia (9 de julho, segunda-feira)

MANHÃ:

       Acordo às 10h, tomo um suco de goiaba diluído, fico no sol e agora me permito assistir um pouco de tv, mas coisas leves. Está tudo tranquilo. Às 12h minha cabeça fica um pouco pesada, então deito para me visualizar na luz.

TARDE E NOITE:

       Começo a tarde fazendo um suco de limão para mim, pois sucos cítricos são otimos para limpar o sangue, e ainda senti uma certa tontura. Percebo que agora passo os dias dormindo bem mais, e sempre a tarde me dá um baita sono. Às 18h me visualizo na luz, e volto com meus rituais diários diminuídos. Foi bem tranquilo, pois não me cansei. Estou ótimo. Os sonhos também vem sendo bem nítidos para mim, o que também acho que é normal. Amanhã, se acordar bem, devo fazer uma caminhada com minha esposa.



9° Dia (10 de julho, terça-feira)

MANHÃ:

       Acordei super disposto para a caminhada. Na verdade já tinha acordado uma hora antes do despertador, mas decidi esperar minha esposa acordar, e foi ótimo, pois caminhei sem me sentir cansado ou fraco e ainda aproveitei para fazer o Sungazing (olhar para o sol), o que agora farei todos os dias junto da caminhada. Voltei e fiz o de sempre: fiquei ao sol e bebi muito suco de limão.

TARDE E NOITE:

       Dormi a tarde inteira. Às 18h leio um livro, faço meditação e às 20h, o ritual de sempre. Está tudo normal, sem sede nem fome, e nenhuma dor ou fraqueza.



10° Dia (11 de julho, quarta-feira)

MANHÃ:

       Às 7h fiz caminhada, molhei as plantas e fiquei assistindo tv. O resto da manhã fico quieto, tomando suco de laranja, e pego um pouco de sol, tudo normal. Às 11h acabo dormindo.

TARDE E NOITE:

       Está sendo muito tranquilo nesta segunda etapa do processo. Senti pouco desconforto no estômago e uma leve tontura, mas nada demais. Agora sempre a tarde eu durmo, acordo, faço o de sempre. Hoje à noite, dormi na casa de minha tia, que não sabe do processo, mas saiu tudo bem.



11° Dia (12 de julho, quinta-feira)

MANHÃ:

       Hoje sinto uma certa tontura na hora de levantar para a caminhada, então decido não ir e conservar as energias. Acordo às 11h sem a tontura, e assistindo tv, sinto um cheiro muito forte do almoço. Não sei o que era, mas é a primeira vez que comida me chama realmente a atenção durante o processo. Não sinto fome, mas sim uma vontade egóica de sentir o sabor, mas sei que é enganação, e logo me concentro em me visualizar na luz.

TARDE E NOITE:

       Hoje tive mais uma tarde de sono profundo. À noite sinto um mal estar e uma leve fraqueza voltando após meu ritual diário e novamente tenho que suspendê-lo por um tempo. Decido conservar mais energias. Talvez até segunda-feira (15° dia) poderei voltar com a caminhada e com minhas práticas.



12° Dia (13 de julho, sexta-feira)

MANHÃ:

       Hoje dormi um sono bem leve. Devo ter acordado mais de 4 vezes à noite, mas dormi muito. Acordei às 11h e faço suco de limão para continuar a ajudar na alcalinização do sangue. Já tem dois dias que tomo somente sucos cítricos para este mesmo fim. Comprei uns sucos de caixa, mas deixarei para tomá-los na terceira semana, quando podem ser menos diluídos e ficam com um gosto bem melhor. No mais, fiz tudo o que era de costume.

TARDE E NOITE:

       Passei a tarde meditando e vendo tv. Dessa vez o sono não veio. Fico bastante quieto para evitar gasto de energia. À noite me desafio a sair com minha esposa para uma pizzaria só para acompanha-la. Fiquei somente bebendo agua gaseificada enquanto minha esposa bebia cerveja, e me animei ao ver minha esposa comendo e eu não sentir fome nenhuma, nem sequer o cheiro me chamou a atenção. Legal foi ver a cara de espanto da garçonete quando disse que não iria beber alcool e nem comer.



13° Dia (14 de julho, sábado)

MANHÃ:

       Acordo às 10h30 muito bem. Fico um pouco na cama e agradeço pelo meu dia. Hoje fico mais ao sol. Meus pensamentos não me deixam em paz, e desde que começou a segunda semana minha mente tem se tornado mais turva e bagunçada. Tudo o que vejo e escuto saio pensando atrás e está mais dificil me manter no presente. Às vezes me pego ficando com raiva dos pensamentos que me vem automaticamente, o que é um grande erro. Então faço como na meditação: só me desfaço deles e contiuo no presente.

TARDE E NOITE:

       Finais de semana em minha casa, o movimento dobra, então novamente passo todo o sábado trancado no quarto. Me sinto muito entendiado, medito e mais tarde volto a dormir. Percebo que quando fico muito tempo deitado minha cabeça fica sensível e fico tonto à toa. Nada demais, passo um sábado entediante.



14° Dia (15 de julho, domingo)

MANHÃ:

       Passo a manhã meditando e ficando quieto, não me dá vontade de assistir tv ou ouvir musicas. A manhã passou bem rápido, que bom !

TARDE E NOITE:

       Hoje tenho mais um atrito com minha esposa. Puxa, ela não compera, mesmo sabendo do meu estado. E agora estou estressado. Vou para a casa de uma tia, onde passo o dia inteiro. Lá é bem calmo e o som dos pássaros me acalma. Tento me esquecer o máximo que posso dessa besteira, e até que à noite estou novo em folha. Volto para casa e está tudo bem.



15° Dia (16 de julho, segunda-feira)

MANHÃ:

       Acordo bem cedo para voltar a fazer a caminhada. Os ânimos estão ótimos. Sonhei demais e estou me lembrando dos sonhos todos os dias, com facilidade. Também volto a fazer o sungazing (técnica de olhar para o sol) durante a caminhada. Fico feliz pelos sucos estarem bem menos diluídos. Devo confessar que a água está me enjoando. Não sei porque, mas acabei perdendo meu amor pela água. Claro que não vou abandoná-la de imediato, mas se for o caso talvez pare de beber liquidos tambem. Mas é cedo para dizer.

TARDE E NOITE:

       Tudo tranquilo. Como sempre, durmo toda a tarde. Às 18h me visualizo na luz e às 20h troco meus ritos diários pela meditação pura. Percebo uma fluidez na mente. Acho que estou me aprimorando, pois os pensamentos somem mais rápido.



16° Dia (17 de julho, terça-feira)

MANHÃ:

       Hoje não saimos para caminhar, pois está fazendo um frio tremendo, então durmo até mais tarde. Às 11h acordo novamente e o tempo está com cara de chuva e o frio continua. Parece que vai ser dia de ficar só no quarto, debaixo das cobertas.

TARDE E NOITE:

       Só fiquei deitado curtindo o frio e uma boa música. Às 17h acabo dormindo e acordando lá pelas 19h, sentindo uma estranha dor de barriga, mas logo passa. Às 20h faço minhas práticas diárias diminuídas, e continuo cheio de energia. Fico feliz por isso. Logo após, faço uma longa oração para agredecer a Deus, por todos que estão me ajudando neste caminho, espiritualmente e materialmente.



17° Dia (18 de julho, quarta-feira)

MANHÃ:

       Hoje não perdi a caminhada. Levantei às 7h e voltamos as 9h. Hoje o dia continua nublado e frio, então molho as plantas e fico na cama assistindo tv. Testei meu autocontrole quando minha irmã chega com uma barra enorme de chocolate e me oferece. Então mordo a barra para quebrar uma tira e dou à minha esposa. O gosto só ficou nos labios, mas a vontade nem veio e eu era um amante de chocolate. Uma barra dessas não durava nem uma hora. Lembro que de vez em quando comprava quatro, sendo duas para mim e duas para a minha esposa. As minhas duravam um dia enquanto as dela duravam uma semana. Na hora do almoço minha esposa faz questão de comer ao meu lado por companhia, mas não vem fome, nem nada.

TARDE E NOITE:

       Como sempre, durmo à tarde. Às 18h leio um livro e vejo coisas na net, mas nada a ver com redes sociais ou coisas complicadas. Sinto que estou cheio de energia, mas não tenho onde gastá-la, por isso demoro a dormir.



18° Dia (19 de julho, quinta-feira)

MANHÃ:

       O frio tá de matar e não vou caminhar, mas acordo cedo, às 7h da manhã, mas fico só na cama assitindo tv e tomando um chá quente. Fico assim a manhã toda.

TARDE E NOITE:

       Hoje a dor de barriga voltou muito forte, mas novamente passou rápido. Percebo que já tem dois dias que solto gases demais e minha garganta está pigarreando a toda hora e isso me incomoda nas meditações. Às 15h senti vontade de ir no banheiro fazer o nº 2, e parece que saiu sujeira pura que estava agarrada a tempos, pois a cor e cheiro estavam estranhos. Às 18h, tiro um cochilo, e sinto que meu estômago e intestinos estavam fazendo muito barulho, mas nada de fome e nem sede.



19° Dia (20 de julho, sexta-feira)

MANHÃ:

       Acordo bem, mas um pouco tarde, às 10h30. Fico a manhã bem quieto e calado, respirando e ficando ao sol, agredeço a deus pelo processo estar chegando ao fim. É claro que não vou relaxar após o processo, mas agradeço por ter chegado até aqui. Não ocorreu nada de estraordinario, mas me sinto muito bem.

TARDE E NOITE:

       Novamente por não ter nada para fazer, durmo à tarde. Decido parar com isso quando o processo terminar. Estou dormindo demais, mas à tarde assisto tv e medito. Tudo normal, sem fome nem sede.



20° Dia (21 de julho, sábado)

MANHÃ:

       Acordo às 9h30. Aproveito para ficar no sol e meditar. Me permito tomar um creme de açaí com minha esposa, e tomo bastante água antes para que não seja nada pesado, mas acabo cometendo um erro. Deixei que pusessem leite em pó no açaí. Tomei com um pé atrás, mas bebi só a metade, e me senti muito pesado. Tomei água após, mas não adiantou. Meia hora depois comecei a sentir muita dor de barriga, de forma que tive que me encolher de dor. E me deu náuseas, mas não me permiti vomitar, pois outros momentos como esse inevitavelmente virão e meu organismo terá que estar preparado para reagir bem a essas ocasiões. Bebo um copo grande de limão com bicabornato, me deito e me visualizo na luz .

TARDE E NOITE:

       Fico a tarde toda deitado para a dor passar. Às 16h me sinto bem melhor. Levanto e pego um pouco de sol. À noite me arrisco mais uma vez e saio pela primeira vez. Minha esposa e eu vamos para o cinema e tomo bem pouquinho de refrigerante. A pipoca nem me chama a atenção, foi tranquilo. Chegando em casa, tomo mais um copo de limão com bicabornato para prevenir e bater a acidez do refrigerante. Tudo normal. Às 23h durmo.



21° Dia (22 de julho, domingo)

MANHÃ:

       Acordo satifeito por chegar ao 21° dia do processo. Estava bem desapegado do resultado e chegar até aqui é até confuso. Dessa vez recebo todos os meus amigos e explico para eles, mas não dou todos os detalhes. Só digo que mudei minha alimentação, e de agora em diante, só como frutas orgânicas. Como quase ninguém compra frutas orgânicas, sei que eles não vão me oferecer tão cedo nada mesmo. Talvez um dia eu conte a verdade, mas essa nova etapa da vida está só começando e não posso me arriscar a me expor à negatividade dos outros. Passo a manhã normal.

TARDE E NOITE:

       À tarde vou para casa de uns amigos e logo vejo que está rolando um churrasco. Claro que me oferecem um monte de coisas e tenho que ficar explicando a minha mudança alimentar sem entrar nos detalhes e digo que aceito todos os convites que fizerem para mim, que somente não vou comer. Acham estranho, mas já estavam acostumados com meu modo vegetariano. Tomo duas colheres de sorvete para despistar, e bebo logo após dois copos de água. Tenho uma tarde agradável e divertida e matei a saudade dos amigos. Fico notando quanta coisa o ser humano come simplesmente por hábito ou vicio. Fico bobo ao ver quanta coisa eles comeram naquela tarde. E eu era exatamente assim. Confesso que o cheiro da comilança me encomoda um pouco, um sentimento estranho que não sei explicar, mas fico bem. À noite fico quieto e antes de dormir agradeço a deus por essa iniciação em minha vida. Novos desafios virão. Não desejo comer de novo por necessidade, mas sim por puro prazer. É claro que ficarei alguns meses sem ingerir nada. Em relação à agua, minha vontade diminui cada vez mais, mas ainda não decidi o que farei (em relação à água). Perdi peso em torno dos 10kg. Eu pesava 68kg, mas meu corpo não ficou esquelético. Ainda tenho músculos e tenho um irmão que é ainda mais magro que eu. Agora a vida continua. Não me tornei nenhum ET, e me sinto muito bem. Desejo fazer desse modo de vida como uma ferramenta para me desenvolver espiritualmente e fisicamente, e chegar à plena felicidade e realização. Me superei bastante por tudo que passei, mas vi que tenho muito o que aprender e achava que estava mais preparado, mas estou feliz com a “finalização” do processo e que isso seja mais um passo, mesmo que pequeno, para o progredir de nosso mundo.


FIM
( deste processo )


Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 5:03 am
por rickadm
Olá TiagoW,

       Acabei de ler o seu diário. Fiquei muito feliz :diversao: por ver mais uma pessoa terminando o processo com sucesso.
       Você teve os seus altos e baixos, teve as suas dificuldades, mas é incrível você ter conseguido passar por tudo morando com 8 pessoas em casa.

Parabéns !!! :concordo1: :concordo2: :concordo3:

       Agora que você já terminou o processo, se você quiser, pode continuar, de vez em quando partilhando como você vai se sentindo nos dias seguintes. Esta experiência após o processo é tão importante quando a experiência durante o processo, pois ajuda outras pessoas que tenham também terminado o processo. Claro, se você quiser.

Obs: Como deu para ver, então substitui (com a sua permissão) a sua postagem pela versão formatada.

Abraços
Rick

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 3:20 pm
por ThiagoW
Ficou muito bom valew :concordo3: :concordo1: :concordo1:

Sempre vou estar por aqui ajudando no que for possível ...... :sol:

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 4:41 pm
por Jacarishe
Aehhh Thiago !!!

Parabéns pela conclusão do processo !
O que você pretende fazer agora ?
O teu peso estabilizou ?
Pode ser que só estabilize completamente depois de algumas semanas após o processo.
Cada pessoa é diferente e leva tempos diferentes.

Até Mais

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 6:21 pm
por ThiagoW
Estou otimo :descanso:
Mas ainda muito raramente me sinto um pouco estranho,mas logo passa....ainda estou em adaptação...
A fome nem sequer vem,mesmo quando estou em companhia de pessoas que estão comendo,só o cheiro me satisfaz......
Meu peso se estabilizou desde a segunda semana e ainda tenho musculo e uma barriguinha rsrsr,não fiquei cadavérico.......
Na minha visão este estado é como uma ferramenta para uma vida cada vez melhor é ter a visão real sobre as coisas ,de como somos manipulados, e como somos capazes de transformar nossa realidade......então minha vida vai continuar de certa forma igual ao que ja tinha planejado...
Erro de alguns é achar que depois do termino do processo a vida mudará, mas não muda assim de imediato,eu mesmo pensei "e agora ??",agora é continuar com a vida e responsabilidades de sempre e procurar a se aperfeiçoar......

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 6:26 pm
por ThiagoW
Hoje mesmo foi o primeiro dia que me senti estranho depois do processo ...mas logo passou depois que fiquei ao sol e meditei....
Não estou bebendo agua com muita frequência e não estou sentindo sede nem fome.....no mais tudo normal,semana que vem irei ao medico pedir um checape..ae veremos o que vai dar,é claro que se aparecer algo de muito errado vou ter que pensar duas vezes antes de continuar...mas estou muito otimista :D

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 6:36 pm
por ThiagoW
Esclarecendo que tomei agua no quinto dia, pois quando o fiz ja era mais de 00h.......

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 6:56 pm
por rickadm
Olá Thiago,

       O que se diz é que o processo de adaptação leva uns 3 meses após o processo. Só aí é que você estará 100% (ou 99,9%) livre de todos os resíduos resultantes da comida. Antes disto, eu suponho que você ainda fique em um processo que poderia ser chamado "pós-processo dos 3 meses"... hehehehe

       Em relação à água, para mim, ela ajuda muito mesmo na limpeza. Portanto acho (só uma opinião) que o melhor seria você continuar bebendo água pelo menos por uns 6 meses para garantir que não tem mais nada para limpar, e à partir daí, você poderia deixar também de beber água, como várias pessoas já fizeram. E aí sim, todo o sistema digestivo ficará 100% desligado, você estará sendo alimentado apenas pelo prana mesmo e você entra na potência máxima.

       Eu suponho que a sensibilidade deve tornar-se extrema e o nível de vibração também deve subir muito, pode-se apagar a palavra "doença" do dicionário, e até em relação a dormir, suponho que passe a ser necessário no máximo 1 ou 2 horas de sono. Dormir torna-se opcional, e portanto você ganha mais umas 6 ou 7 horas por dia em relação às pessoas que comem. Seis horas é 25% do dia. É um grande bônus.

       Depois disto, se a idéia te agradar, você pode investir na Imortalidade Física, isto é, você deixa de poder morrer por velhice ou por doença. Você só morre quando você escolher. Para isto você tem que deixar de envelhecer. Para isto, você tem que desprogramar completamente tudo relacionado à velhice. Imagina você ter 500 anos. Imagina a experiência que você teria com esta idade. Imagina qual seria a sua visão do mundo, a compreensão de tudo que existe, o teu estado de ser, a comunhão com o todo. Deve ser muito legal. Eu não gosto da velhice. Velhice significa que a pessoa não cuidou bem do corpo e por isto tem que viver os últimos 15 anos de vida com um corpo todo estragado, fraco, doente, cheio de dores, etc. Bom, é uma escolha de cada um. Um passo de cada vez.

Abraços
Rick

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 8:50 pm
por Jacarishe
Olá Thiago,

Fala um pouco do seu percurso até agora.
Você era vegetariano ?
Faz quanto tempo que você ficou sabendo desta possibilidade de se viver sem necessitar de elementos externos ?

Até Mais

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 8:58 pm
por Espirito_eterno
Olá ThiagoW!

Em relação a ir ao médico, eu ouvir falar de uma pessoa que ficou com colesterol alto nos exames depois de virar respiratoriana, é irônico isto hein? Então não se assuste muito se vir coisas estranhas, acredito que o mais importante é o que você sente.

Até mais.

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta jul 27, 2012 9:36 pm
por ThiagoW
rickadm Escreveu:Olá Thiago,

       O que se diz é que o processo de adaptação leva uns 3 meses após o processo. Só aí é que você estará 100% (ou 99,9%) livre de todos os resíduos resultantes da comida. Antes disto, eu suponho que você ainda fique em um processo que poderia ser chamado "pós-processo dos 3 meses"... hehehehe

       Em relação à água, para mim, ela ajuda muito mesmo na limpeza. Portanto acho (só uma opinião) que o melhor seria você continuar bebendo água pelo menos por uns 6 meses para garantir que não tem mais nada para limpar, e à partir daí, você poderia deixar também de beber água, como várias pessoas já fizeram. E aí sim, todo o sistema digestivo ficará 100% desligado, você estará sendo alimentado apenas pelo prana mesmo e você entra na potência máxima.

       Eu suponho que a sensibilidade deve tornar-se extrema e o nível de vibração também deve subir muito, pode-se apagar a palavra "doença" do dicionário, e até em relação a dormir, suponho que passe a ser necessário no máximo 1 ou 2 horas de sono. Dormir torna-se opcional, e portanto você ganha mais umas 6 ou 7 horas por dia em relação às pessoas que comem. Seis horas é 25% do dia. É um grande bônus.

       Depois disto, se a idéia te agradar, você pode investir na Imortalidade Física, isto é, você deixa de poder morrer por velhice ou por doença. Você só morre quando você escolher. Para isto você tem que deixar de envelhecer. Para isto, você tem que desprogramar completamente tudo relacionado à velhice. Imagina você ter 500 anos. Imagina a experiência que você teria com esta idade. Imagina qual seria a sua visão do mundo, a compreensão de tudo que existe, o teu estado de ser, a comunhão com o todo. Deve ser muito legal. Eu não gosto da velhice. Velhice significa que a pessoa não cuidou bem do corpo e por isto tem que viver os últimos 15 anos de vida com um corpo todo estragado, fraco, doente, cheio de dores, etc. Bom, é uma escolha de cada um. Um passo de cada vez.

Abraços
Rick



Sim ,acredito que meu organismo ainda não se limpou completamente,ainda mais pelo fato que durmo muito ainda,não estou dormindo mais a tarde mas mesmo assim durmo as 7h por dia,uma das minhas metas dormir bem pouquinho e ficar disposto.....
Farei o maximo para conceguir ficar 3 meses ou até mais sem ingerir nada,agora se as circunstancias,que são quase uma obrigação me levarem a comer algo eu não sei ,mas com certeza ficarei mais um mês ........
Olha sobre doenças eu ainda não sei,mas acredito que estou MUITO mais saudavel que antes,e acho que não devo adoecer mais não.......
Sobre imortalidade ,longevidade e outras estou totalmente aberto para essas possibilidades e pretendo explorar o meu maximo,mas isso só o futuro dirá.....

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sábado jul 28, 2012 2:53 am
por Jacarishe
       Eu estava pensando sobre quando se fica sem ingerir nada, acaba-se perdendo o uso do sentido do paladar, que é um dos poucos sentidos que temos.
Mas somente ficando sem ingerir nada nutritivo, é que se atinge o nível máximo de benefícios.
E há mais um detalhe importantíssimo, que é: perde-se o sentido do sabor, que é um sentido bem físico, bem da 3ª dimensão, de baixo nível, mas ganha-se outros sentidos de níveis mais altos e relacionados a vibrações mais altas, como por exemplo, a intuição muito mais aguçada. E suponho que seja uma boa troca. Perde-se algo básico e ganha-se algo mais avançado.

       É interessante que a meia hora atrás eu estava vendo uns videos esotéricos, umas entrevistas. Uma das entrevistas era com uma mulher chamada Inelia Benz. Haviam 11 videos dela sobre vários temas diferentes. Eu abri um dos videos só para ver a duração dele e acabei passando um pouco para frente para ver o tipo de entrevista e comecei a ouvir o que ela falava e o assunto era exatamente a alimentação. Ela falava que as pessoas precisam mesmo se alimentar, com excessão das pessoas que fazem sungazing ou respiratorianismo. Ela falou também que o açucar é um veneno vibracional. Disse que a carne baixa muito mesmo a vibração da pessoa. Disse que devemos eliminar completamente o flúor (pasta de dentes e água que bebemos). Falou da cebola e do alho, que são usados como alimentação, mas que são na realidade remédios naturais e portanto só se deve ingerir quando se está doente. Ingerir alho quando não se está doente é o mesmo que ingerir antibiótico sem estar doente, faz muito mal ao organismo.

Em relação ao flúor, é bem complicado nos livrar dele, mas aí me lembrei de uma possibilidade que só os respiratorianos (pranarianos) possuem, que é poder ficar sem beber água. Assim fica-se completamente livre do flúor. O flúor serve para nos manter escravos. De acordo com a Evelyn, ele calcifica a glândula pineal, que é a responsável pela absorção do prana. Então quanto antes se deixa de beber água, mais facilmente se absorve o prana.

Até Mais

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sábado jul 28, 2012 3:03 am
por Espirito_eterno
No folheto Regras de Ouro de Saint Germain fala sobre essa questão do alho e cebola, só não entendia o porque, você me deu mais uma peça do quebra cabeça.
Jacarishe, nada impede de se colocar algo na boca e depois cuspir, ou até imaginar o paladar.

Alimentação Pura
Todos os órgãos do teu corpo deveriam trabalhar em harmonia entre si.
Porém, muitas vezes acontece que um órgão é perturbado por influências
do ambiente ou mesmo cósmicas. Por isto, cuida da tua alimentação.
Nunca animais sacrificados deveriam servir de alimento a uma corrente
de vida! O animal conserva o sentimento de medo quando é abatido, que
mais tarde se transfere ao ser humano - além disso, embrutece a
inteligência.
EU SOU um com toda a vida. EU SOU ligado inseparavelmente a todos
os seres da natureza. Como posso matar meus irmãos menores, os
animais, e comê-los? Isto deverias perguntar a ti mesmo, amado amigo.
Todos merecem o teu amor - também o menor animal!
Os tempos vindouros exigirão teu total empenho - deves manter-te
saudável, forte e resistente.
Para isto necessitas de sono suficiente e passeio diário que te faz
absorver energias cósmicas - também a energia do sol, que te dá saúde e
harmonia.
Existem certas substâncias que iniciam seu ato de decomposição em
todo corpo humano. São estes, na seqüência de sua periculosidade
Entorpecentes
Álcool
Carne e peixe
Fumo
Açúcar em excesso
Sal em excesso
Café forte
Chá preto forte
Alho e cebola não são recomendáveis para um aluno no caminho.

Até mais.

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sábado jul 28, 2012 8:27 am
por alemmarinho
Olá!!

Espirito eterno.

Usei a cebola quando estava no OVOLACTOVEGETARANISMO, mas menos pior que as carnes, pois ao come-la crua ia ajudando a eliminar o vicio anterior, quando aos poucos vai se deixando também a cebola. Inconscientemente segui este caminho. Mas agora pesquisando acabei trombando com a AYURVEDA, que fala justamente da questão do alho e da cebola que atrapalham a sintonia espiritual, ainda bem que me livrei disto tudo quando entrei na etapa de FRUGIVERO - frutas e algunas sementes cruas. Só sei que nada sei, mas parece que fui meio do que chamo por osmose do plano que segui. Pois foquei a alcalização do sangue e estes elementos não faziam parte desta etapa. Porém ainda tem gente que se engana usando além destes o mel também. Fruto da exploração das abelhas. E isto acaba afetando o ciclo da natureza. Porém cada um enfrenta um paradigma e este é só mais um.

Valeu

Espirito_eterno Escreveu:No folheto Regras de Ouro de Saint Germain fala sobre essa questão do alho e cebola, só não entendia o porque, você me deu mais uma peça do quebra cabeça.
Jacarishe, nada impede de se colocar algo na boca e depois cuspir, ou até imaginar o paladar.

Alimentação Pura
Todos os órgãos do teu corpo deveriam trabalhar em harmonia entre si.
Porém, muitas vezes acontece que um órgão é perturbado por influências
do ambiente ou mesmo cósmicas. Por isto, cuida da tua alimentação.
Nunca animais sacrificados deveriam servir de alimento a uma corrente
de vida! O animal conserva o sentimento de medo quando é abatido, que
mais tarde se transfere ao ser humano - além disso, embrutece a
inteligência.
EU SOU um com toda a vida. EU SOU ligado inseparavelmente a todos
os seres da natureza. Como posso matar meus irmãos menores, os
animais, e comê-los? Isto deverias perguntar a ti mesmo, amado amigo.
Todos merecem o teu amor - também o menor animal!
Os tempos vindouros exigirão teu total empenho - deves manter-te
saudável, forte e resistente.
Para isto necessitas de sono suficiente e passeio diário que te faz
absorver energias cósmicas - também a energia do sol, que te dá saúde e
harmonia.
Existem certas substâncias que iniciam seu ato de decomposição em
todo corpo humano. São estes, na seqüência de sua periculosidade
Entorpecentes
Álcool
Carne e peixe
Fumo
Açúcar em excesso
Sal em excesso
Café forte
Chá preto forte
Alho e cebola não são recomendáveis para um aluno no caminho.

Até mais.

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sábado jul 28, 2012 2:37 pm
por ThiagoW
Jacarishe Escreveu:Olá Thiago,

Fala um pouco do seu percurso até agora.
Você era vegetariano ?
Faz quanto tempo que você ficou sabendo desta possibilidade de se viver sem necessitar de elementos externos ?

Até Mais



Há dois anos que vi o video do Oberon de viver de luz ,e fiquei imprecionado quando soube que ele tinha 9 anos sem comer,senti que queria saber mais sobre isso e fui vendo outros videos, li o livro da Jasmuheen e decidi que iria passar pelo processo,então comecei a mudar minha alimentação.
Há mais ou menos um ano passei para o vegetarianismo,e fui cada vez diminuindo minha alimnetação.Não planejei passar pelo processo em julho,mas a oportunidade apareceu ,então nos meses anteriores ao processo comecei a me alimentar somente de frutas e fazendo jejuns nos finais de semana.
Outro obstaculo que passe foi minha companheira que não gostou nada da ideia quando disse a ela no ano passado,ela nem sequer deu muita importancia naquele dia nem tinha levado a serio ,mesmo eu tendo falado bem serio com ela,e foi dificil faze-la aceitar pois demonstrei que não era brincadeira estava realmente decidido,somente quando resolvi para um retiro que ela mudou de ideia e aceitou contanto que eu passase em casa,pois ela tem muito medo de meu estomago fechar completamente e eu acabar morrendo,o que aconteceu com a prima dela ,e um conhecido que tentou fazer o processo e tambem morreu...

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sábado jul 28, 2012 2:41 pm
por ThiagoW
Espirito_eterno Escreveu:Olá ThiagoW!

Em relação a ir ao médico, eu ouvir falar de uma pessoa que ficou com colesterol alto nos exames depois de virar respiratoriana, é irônico isto hein? Então não se assuste muito se vir coisas estranhas, acredito que o mais importante é o que você sente.

Até mais.




Olá Espirito-eterno...

Eu tambem tinha visto um caso desse, mas isso não será o bastante para me assustar, digo se caso aparecer algo bem serio,sei la tipo anemia,ae no caso terei que ver se continuo,pois tenho que ter bom censo afinal de contas....

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sábado jul 28, 2012 3:25 pm
por Jacarishe
Olá Thiago,

Só esclarecendo bem as coisas para eu entender melhor.
Morreram 2 pessoas que tentaram fazer o processo, sendo a prima da sua companheira e um conhecido ou morreu um conhecido e a prima da sua companheira apenas ficou com o estômago fechado ?

Eu nunca ouvi falar de o estômago fechar. O estômago fecha e depois a pessoa tenta comer e não consegue ?
A pessoa que morreu, morreu durante o processo ou depois dele ?

Até Mais

ThiagoW Escreveu:
....somente quando resolvi para um retiro que ela mudou de ideia e aceitou contanto que eu passase em casa,pois ela tem muito medo de meu estomago fechar completamente e eu acabar morrendo,o que aconteceu com a prima dela ,e um conhecido que tentou fazer o processo e tambem morreu...

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: domingo jul 29, 2012 2:01 am
por alemmarinho
Olá!!

A todos..

Morrer todos vão morrer um dia, mas fazer um processo sem saber oq ue esta fazendo não passa d euma forma de suicídio.
Já que o conhecimento e a boa adaptação ao longo de alguns meses completam o perfil de quem quer fazer isto.
Muitas pessoas acham que é só acreditar e fazer baseado em fé e poderes que acredita que vai adquirir durante o processo.

Seria como um cara do nada resolve-se participar de uma olimpiada num trajeto de 42 km. Qual a chance de um sujeito, todo debilitado fisica e mentalmente concluir esta prova vivo??? Assim isto não é uma brincadeira, exige toda uma postura para atingir o resultado. O engraçado é que nunca dizem qual era o estado desta pessoa que morreu antes do processo. Será que ela eram saudáveis, ou acreditavam que tendo uma doença o processo iria cura-las de algo?? Então as pessoas confundem um processo de refinamento do corpo fisico e mental com algo tão bobo como participar de uma maratona do nada, será que um sujeito com problemas mentais ou fisico teria a menor chace de cruzar a linha final com o pior dos participantes preparados?? Assim que vejo, a ignorância MATA. Mas a pior ignorância é o MEDO de aprender e crescer com o erro, pois a fuga é apenas mais uma forma de continuar alienado ao jogo do acredite se puder e assim ficar na zona de conforto sem nunca buscar a verdade por trás do que realmente é atingir este estado de libertação.

Valeu


Jacarishe Escreveu:Olá Thiago,

Só esclarecendo bem as coisas para eu entender melhor.
Morreram 2 pessoas que tentaram fazer o processo, sendo a prima da sua companheira e um conhecido ou morreu um conhecido e a prima da sua companheira apenas ficou com o estômago fechado ?

Eu nunca ouvi falar de o estômago fechar. O estômago fecha e depois a pessoa tenta comer e não consegue ?
A pessoa que morreu, morreu durante o processo ou depois dele ?

Até Mais

ThiagoW Escreveu:
....somente quando resolvi para um retiro que ela mudou de ideia e aceitou contanto que eu passase em casa,pois ela tem muito medo de meu estomago fechar completamente e eu acabar morrendo,o que aconteceu com a prima dela ,e um conhecido que tentou fazer o processo e tambem morreu...

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: domingo jul 29, 2012 2:34 pm
por ThiagoW
A prime de minha esposa morreu por ficar sem comer por um mês,o estomago dela fechou(segundo minha esposa)e ela entrou em inanição ,no caso dela foi por pura depressão então acredito que não tenha nada ver com o que tentamos fazer aqui.
Ja o rapaz morreu depois de dois meses,porem ele tinha feito o processo,mas não posso dizer ao certo porque ele morreu se foi despreparo ou o que foi,pois não o conhecia.......

Sobre o estomago fechar eu tambem só ouvi pela boca dos leigos mesmo ,cientificamente não vi nada sobre isso,mas vou procurar saber...

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: segunda jul 30, 2012 1:44 am
por Pursonato
Fico realmente muito feliz quando fico sabendo que alguém conseguiu. Isso serve de prova pro meu Ego, que se me preparar bem, vou conseguir.
Parabéns, e se possível, continue dando seus depoimentos. :concordo2:
enquanto isso, eu continuar :comendo:

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: segunda jul 30, 2012 2:26 pm
por alemmarinho
Olá!!
ThiagoW

É exatamente o que disse. A pessoa passa por algo e acredita que poderá resolver usando um PROCESSO. Isto não existe.
Pois todo o processo exige CONSCIÊNCIA.
Mente em Harmonia, corpo em Harmonia e isto são condições fundamentais para se tornar um ser PRÂNICO. Portanto isto não é um teste de resistencia fisico o mental, mas uma adapação FISICO x MENTAL x Espiritual para entrar em sintonia com uma nova realidade, e é isto que muitos estão confundindo e misturando as bolas, entrando totalmete desiquilibrados numa coisa que exige justamente equilibrio e controle total sobre esta busca de harmonia.
E ai mora a confusão, não é o PROCESSO que MATA mas a forma que acredita-se e o realiza de forma equivocada.

Valeu

ThiagoW Escreveu:A prime de minha esposa morreu por ficar sem comer por um mês,o estomago dela fechou(segundo minha esposa)e ela entrou em inanição ,no caso dela foi por pura depressão então acredito que não tenha nada ver com o que tentamos fazer aqui.
Ja o rapaz morreu depois de dois meses,porem ele tinha feito o processo,mas não posso dizer ao certo porque ele morreu se foi despreparo ou o que foi,pois não o conhecia.......

Sobre o estomago fechar eu tambem só ouvi pela boca dos leigos mesmo ,cientificamente não vi nada sobre isso,mas vou procurar saber...

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: segunda jul 30, 2012 5:29 pm
por Espirito_eterno
Ja o rapaz morreu depois de dois meses,porem ele tinha feito o processo,mas não posso dizer ao certo porque ele morreu se foi despreparo ou o que foi,pois não o conhecia.......


Não inventaram essa história para te amedrontar não?

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: segunda jul 30, 2012 9:09 pm
por ThiagoW
Espirito_eterno Escreveu:
Ja o rapaz morreu depois de dois meses,porem ele tinha feito o processo,mas não posso dizer ao certo porque ele morreu se foi despreparo ou o que foi,pois não o conhecia.......


Não inventaram essa história para te amedrontar não?



Suspeito disso Espirito-Eterno... e muito :lol: :lol: :lol:

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta ago 02, 2012 2:18 pm
por ThiagoW
Olá amigos hoje saiu os resultados do meu exame de sangue e urina vou postar aqui,para vocês tirarem suas conclusões e por favor me derem suas opiniões sobre o assunto...

Interessante foi que tive que mentir para o laboratorio sobre meu "jejum" pois tinha que estar no maximo 12 horas de jejum,passando disso eles não permitem o exame,outra coisa é que eles dão um lanche logo depois da retirada do sangue,vi como é hilario como as pessoas acham que tirar uma pequena quantidade de sangue pode deixa-las fracas e para "reporem" as energias comem um lanche logo após :comendo: ,como se isso resolvesse alguma coisa pois a ingestão de alimentos não está diretamente ligada a produção de sangue,ou seja a pessoa fica literalmente fraca por causa de seu pscicologico e logo come ,e milagrosamente em minutos se sente melhor,com certeza os medicos e cientistas sabem disso mas deixam que lhes deem um lanchinho ao invez de explicar a ilusão na cabeça das pessoas(experiencia propia pois tambem me sentia assim sempre que tirava sangue e comprava alguma porcaria nas lanchonetes ,e ficava bom uns minutinhos depois de comer )

Então ai vai..........

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta ago 02, 2012 2:24 pm
por ThiagoW
Urina resultados Anormais
Urobilinogênio:1 mg/dl

Também normalmente ausentes na urina, podem indicar doença hepática (fígado) ou hemólise (destruição anormal das hemácias). A bilirrubina só costuma aparecer na urina quando os seus níveis sanguíneos ultrapassam 1,5 mg/dL. O urobilinogênio pode estar presente em pequenas quantidades sem que isso tenha relevância clínica.

corpos cetônicos:150 mg /dl
Os corpos cetônicos são produtos da metabolização das gorduras(media normal é de 15 a 20 mg /dl). Os corpos cetônicos são produzidos quando o corpo está com dificuldade em utilizar a glicose como fonte de energia. As causas mais comuns são o diabetes, o jejum prolongado e dietas rigorosas. Outras situações menos comuns incluem febre, doença aguda, hipertireoidismo, gravidez e até aleitamento materno.

Normalmente a produção de cetonas é muito baixa e estas não estão presentes na urina.

Alguns medicamentos como captopril, ácido valproico, vitamina C (ácido ascórbico) e levodopa podem causar falso positivos.


Resultados Normais ou não aparentes:
Glicose
Bilirrubina
Sangue
Proteina
Nitrito
Leococitos Eterase

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta ago 02, 2012 2:28 pm
por ThiagoW
Agora Exame de Sangue........

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta ago 02, 2012 2:28 pm
por ThiagoW
Sangue resultados Anomais:
Eosinofilos: 0,0/mm3

Granulócitos eosinófilos, geralmente chamados de eosinófilos (ou, menos comumente,acidófilos), são células do sistema imune responsáveis pela ação contra parasitas multicelulares e certas infecções nos vertebrados. Junto com os mastócitos, também controlam mecanismos associados com a alergia e asma. Desenvolvem-se na medula óssea (hematopoiese) antes de migrar para o sangue periférico, o normal é de 50 a 500/mm3.
Tais células são eosinofílicas (possuem "afinidade por ácido") - normalmente transparentes, aparecem de cor vermelho-tijolo após coloração com a eosina, um corante vermelho e ácido. A coloração fica concentrada em pequenos grânulos no citoplasma celular, que contêm vários mediadores químicos, como a histamina e proteínas como a peroxidase de eosinófilos, ribonuclease (RNase), desoxirribonucleases, lipase, plasminogênio, e a proteína básica maior. Estes mediadores são liberados por um processo chamado degranulação após a ativação do eosinófilo, e são tóxicos para os tecidos do parasita e hospedeiro.

Resultados normais
Creatina: 0,93 mg/dl
Glicemia: 77 mg/dl
T4 livre:1,07 ng/dl
Transaminase Oxalacetica:19 u/l
Transaminase Piruvica: 11u/l
TSH Ultra Sensivel : 1,32 micro ui/ml
Gama GT: 18 u/l
Hemacias : 5.110.000/mm3
Hemoglobina:15,7 g/dl
Hemaocrito: 46,8%
Leucocitos-Global:5.500 /mm3



Rerencia
Creatina: Homem adulto: 0,70 a 1,20 mg/dl
Glicemia: 60 a 90 mg/dl
T4 livre: 0,54 a 1,24 ng/dl
Transaminase Oxalacetica: Até 40 u/l
Transaminase Piruvica: 10 a 40 u/l
TSH Ultra Sensivel : 0,34 a 5,60 miro ui/ml
Gama GT: Homem de 08 a 61 u/l
Hemacias : 4.500.000 a 5.900.000/mm3
Hemoglobina: 13,5 a 17,5 g/dl
Hemaocrito: 41,0 a 53,0 %
Leucocitos-Global: 3.500 a 10.500mm3
Todos os outros resultados de VCM,HCM,CHCM,RDW,Neutrofilos ,Linfocitos e etc foram NORMAIS

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta ago 02, 2012 2:56 pm
por ThiagoW
As explicações dos resultados anormais foram tiradas da internet....
As referencias dos exames de sangue foram tiradas do propio exame.....

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: quinta ago 02, 2012 6:10 pm
por Espirito_eterno
Olá Thiago!

Eu nunca me senti fraco depois de tirar sangue, não importando quantas amostras eu tirasse, pois desde criança eu achava que aqueles lanchinhos não faziam sentido por ter tirado uma amostra tão pequena de sangue. Eu concordo com você que é mais da mente do que tudo essa fraqueira.
Olha, o que eu faria é não fazer esse exames ele podem ter afetado seu mental (e consequentemente desestabilizar você), eu enquanto na duvida da força do mental nunca faria esses exames depois do processo, porém não parece ter resultados tão preocupantes assim, pois só 3 itens fogem a normalidade, o que talvez seja normal para um respiratoriano (ou uma fase de adaptação). Além disso eu não entendi muito bem esses "Eosinofilos", mas eles parecem esta vinculado a acidez, e se você fez um trabalho alcalinizador é normal que algo vinculado a acidez caia em número, porém não sei, me perdoe se estiver errado, deixo isso para quem sabe mais. Acho que o mais valido é como disse antes: seguir sua intuição, se você se sentir bem não há porque se preocupar, além disso é melhor focar no bem estar e como ampliar ele (sentir o amor) ao inverso de ver o negativo.

Até mais.

Re: Diário de Thiago W

MensagemEnviado: sexta ago 03, 2012 11:57 am
por alemmarinho
Olá!!

Espirito Eterno

Estive analisando diversas de exames e sabe o que descobri??

Tudo não passa de estatísticas do que a ciência passo a tabular e classificar como normal.

Por exemplo antigamente pegaram um monte de pessoas e criaram um tal de IMC - Indice de Massa corporea, ao qual os individuoas considerados saudáveis estavão nesta faixa etária de pesos e medidas. Com o tempo a ciência ortomoleclar afirma e confirma que não tem nada a ver pois cada um tem uma carateristica unica, assim como a AYURVEDA também analise o ser humano como indivíduos associado aos elementos como sendo unicos. E assim tempo por si só um PARADIGMA sistêmico de medidas. Portanto qualquer tipo de exame não te apresenta uma verdade ABSOLUTA, mas apenas algo comparativo algum se enquadraria a um padrão médio funcional. Ou Seja pura manipulação mental.
E o nosso fantastico IMC - Virou Indice de Manipulação do Consumidor. Pois com ele vende-se qualquer porcaria para o consumidor fazendo com que ele acredita numa refência apoiada pela dita ciência.
Então você corretíssimo, tudo isto serve somente para bloquear a mente e desvia-lo do caminho que é trabalhar a percepção de sua verdadeira energia. O resto não passa de conversa fiada de quem vive da dependencias destes sistemas arcaicos e limitantes da raça humana

Valeu




Espirito_eterno Escreveu:Olá Thiago!

Eu nunca me senti fraco depois de tirar sangue, não importando quantas amostras eu tirasse, pois desde criança eu achava que aqueles lanchinhos não faziam sentido por ter tirado uma amostra tão pequena de sangue. Eu concordo com você que é mais da mente do que tudo essa fraqueira.
Olha, o que eu faria é não fazer esse exames ele podem ter afetado seu mental (e consequentemente desestabilizar você), eu enquanto na duvida da força do mental nunca faria esses exames depois do processo, porém não parece ter resultados tão preocupantes assim, pois só 3 itens fogem a normalidade, o que talvez seja normal para um respiratoriano (ou uma fase de adaptação). Além disso eu não entendi muito bem esses "Eosinofilos", mas eles parecem esta vinculado a acidez, e se você fez um trabalho alcalinizador é normal que algo vinculado a acidez caia em número, porém não sei, me perdoe se estiver errado, deixo isso para quem sabe mais. Acho que o mais valido é como disse antes: seguir sua intuição, se você se sentir bem não há porque se preocupar, além disso é melhor focar no bem estar e como ampliar ele (sentir o amor) ao inverso de ver o negativo.

Até mais.