EXERCICIO IOGUE PARA O SUPRIMENTO DE ENERGIA PRÂNICA

Discussão geral de assuntos ligados ao esoterismo, espiritualidade, misticismo, aspectos reais, mas geralmente não científicos.

EXERCICIO IOGUE PARA O SUPRIMENTO DE ENERGIA PRÂNICA

Mensagempor Ric.Psicoluz » segunda ago 13, 2012 12:08 am

Este tópico tem como finalidade dar a conhecer uma técnica iogue milenar, a qual aumenta incrivelmente a capacidade de absorçäo de energia prânica se utilizada ao menos uma vez ao dia, sendo a mesma altamente potencializada por quem puder praticá-la 3 vezes por dia. A principio, tal aporte prânico corresponde à primeira etapa abaixo denominada Relaxaçäo (1ª Parte). Täo importante como a primeira é a Relaxaçäo (2ª Parte), uma vez que promove o desbloqueio dos canais de energia do corpo por onde circulam o Prana e a sutil corrente elétrica, sendo distribuídos aos chakras, medula espinhal, cérebro, órgäos, glândulas endócrinas, músculos e nervos, assim permitindo que a energia se movimente livremente, o que vem proporcionar um profundo estado de relaxamento, em geral. De fato, estas duas etapas foram herdadas pelos antigos gurús da Índia, dos membros mais adiantados pertencentes à Civilizaçäo Atlante, sendo por eles utilizadas como forma de preparo à etapa da 'Meditaçäo' propriamente dita!

E qual a funçäo da Meditaçäo no processo "Viver de Luz"? É sabido que o estado de 'Paz Interior' e 'Felicidade' säo os mais poderosos meios para se captar e manter altos níveis de energia prânica... e que, segundo os Mestres Ascensionados, näo existe forma mais eficaz para atingi-las, uma vez que o Amor, a Paz e a Alegria Divina säo irradiantes... somente podendo ser recebidos de nossa Extensäo Divina. Portanto, praticar diariamente este exercicio de sintonizaçäo e integraçäo (Meditaçäo) com a 'LUZ INTERIOR', é um caminho que em algum momento deverá ser utilizado por todos os que pretendem "viver de Luz". A própria Jasmuheen medita há mais de 25 anos.

A seguir, retransmito a todos os interessados no tema "Viver de Luz" as técnicas de relaxamento e meditaçäo, as quais, independente de viver ou näo da energia prânica, deveriam ser utilizadas por todos os seres humanos, açäo esta que muito em breve transformaria o nosso planeta em uma morada plena de Luz, Amor, Paz e Felicidade! Pode ser que a principio as explicaçöes para alguns pareçam algo extensas ou complicadas, mas ao começarem a práticas... com o passar dos dias se perceberá que é algo bastante simples e extremamente prazeroso de ser realizado! Ou seja, se acaso deixamos de fazê-la por alguns dias... é como se faltasse algo imensamente importante para as nossas vidas... "e logo percebemos o quanto através de nossas vida estivemos, como mariposas, correndo atrás da luz dos postes... quando sempre existiu um Sol aguardando, latente e pacientemente, em nosso sagrado interior!" (Palavras do Ascensionado Mestre Saint Germain).


EXERCÍCIO DE RELAXAMENTO E MEDITAÇÄO


RELAXAMENTO (1ª Etapa):
. Inspirar lenta e profundamente pelas narinas, contando até 10, 15 ou 20, fazendo coincidir o momento em que o pulmäo se encontra cheio com o final da contagem.
. Reter a respiraçäo contando o mesmo número de vezes, ou seja, respeitando o mesmo tempo da inspiraçäo.
. Soltar o ar pela boca, lenta e gradualmente, até que o pulmäo esteja completamente vazio, respeitando a mesma contagem de tempo utilizado nas etapas anteriores.
. Sugestäo: Ao inicio de cada ciclo, puxar um dedo de uma das mäos para tráz, com o objetivo de näo se equivocar com o número de vezes pretendido.
. Repetir este ciclo respiratório por doze vezes. Observe que este exercício deverá ser feito muito lentamente, para que os resultados atinjam sua excelencia.

RELAXAMENTO (2ª Etapa):
. Após terminadas esta etapa, tomar uma inspiraçäo profunda pelas narinas (já näo é necessário contar o tempo para isto) até encher totalmente os pulmöes. Reter o ar e, ao mesmo tempo em que se fecha os punhos, realizar um esforço de contraçäo de todos os músculos do corpo, dos pés à cabeça, durante aproximadamente 7 segundos. Em seguida esvaziar os pulmöes expelindo o ar totalmente pela boca, de forma abrupta e em dois golpes (Assim: ahh… aaaahhhhhh); ao mesmo tempo, soltar os hombros e todos os músculos do corpo que, anteriormente, se encontravam contraídos. Este procedimento deverá ser repetido por seis vezes.
. Uma vez concluida esta etapa e täo logo se estabilize o fôlego (rítmo natural respiratorio), iniciar a seguinte etapa, que é a meditaçäo propriamente dita.

MEDITAÇÄO


1ª ETAPA (Principio da Meditaçäo Vipassana): Sente-se com a coluna vertebral totalmente na posicão vertical e deixe que a respiraçäo flua naturalmente, somente pelas narinas. Feche os olhos, mantendo a atençäo enfocada na entrada e saída do ar pelas cavidades nasais; sinta o frescor do ar que entra, quando toca a parte interna das narinas e a sensaçäo morna, quado ele sai. Mantenha a atençäo centrada exclusivamente aí, nesta regiäo do nariz e durante um periodo de tempo suficiente, até que alguns pensamentos comecem a surgir. Este é um aprendizado do ‘controle da mente’, consistindo simplesmente em ignorar ou näo dar importancia a tais pensamentos e aos sentimentos que normalemente o acompanham. Ao ignorá-lo, tal pensamento se distancia… Entäo, retorne a atençäo exclusivamente à respiraçäo e ao silêncio da mente, assim impedindo que os pensamentos tomem direçöes aleatórias e descontroladas. Quando vier o próximo pensamento reincidente… faça o mesmo que antes. Esta prática, ensinada por Gautama Buda, 500 anos antes de Cristo, pode ser exercitada em qualquer momento do dia em que näo se esteja executando atividades que exijam racionalizaçäo.

2ª Etapa (Integraçäo à ‘Luz Interior’): Logo a seguir, quando a mente estiver mais livre… comece o processo de integraçäo à Divina Essência Interior. Daqui em diante esqueça a atençäo dada à respiraçäo… e deixe que a mesma flua… de forma tranquila e natural. Imaginar, entäo, uma linda e brilhante ‘luz branca’ em volta do corpo, até dois metros de raio ao redor do mesmo. Junto a ela, imaginar uma luz de cor dourada irradiando-se do coraçäo, em meio à luz branca projetada ao redor do corpo, mantendo esta imagem durante aproximadamente 5 minutos. Ao ser concluido este periodo de tempo, dizer as seguintes palavras, de forma pausada e lenta, sejam a elas verbalizadas ou näo, as quais deveräo ser memorizadas:

“Eu agora, aceito alegremente, a poderosa Presença de Deus em meu coraçäo... o Cristo puro!”

A partir deste decreto… imagine a intensa expansäo da Luz Crística Dourada que está se irradiando do coraçäo e expandindo-se de forma esférica (centrífuga), ocupando até dois metros de raio ao redor do corpo. Passados alguns instantes, imagine que esta luz está se irradiando do núcleo de cada célula do cérebro e do corpo, mas sem perder de vista o foco principal de irradiaçäo, que é o centro do coraçäo. Manter-se neste estado de conexäo com a ‘Divina Essência Interior’ por um periodo de dez a vinte minutos, sentindo total gratidäo e amor por esta Fonte de toda Paz, Alegría, Proteçäo e Sabedoria. Quando finalmente sentir-se pleno, memorizar e finalizar com as seguintes palavras:

“Eu sou filho(a) da ‘Luz’. Eu sirvo a ‘Luz’, eu vivo na ‘Luz’, eu sou protegido, iluminado, suprido, nutrido, sustentado pela ‘Luz’… Eu abençoo a ‘Luz’!”

Observaçöes: Uma vez finalizada a meditaçäo, continuar sentindo imensa gratidäo pela paz que ainda flui de dentro do coraçäo. Se pode deslizar as mäos suavemente pelas pernas, pelo rosto e pelo corpo, abrindo lentamente os olhos… E sentindo que a serenidade adquirida, o suprimento de energia prânica, a sabedoria, a proteçäo e o amor… estaräo te acompanhando por todo o dia, até a próxima meditaçäo!

Ter sempre em mente que, com a prática contínua deste exercício, estaremos abrindo as portas e janelas do Coraçäo, näo apenas para que entre a luz do sol, mas para que se irradie, livre e em plenitude… a ‘Luz da Vida’!

PS: Segmentos extraidos do Capítulo 'MEDITAÇÄO', do livro "A Alquimia de Um Planeta". Blog: http://www.projetoluzconsciencia.blogspot.com
Avatar do Usuário
Ric.Psicoluz
Participação: XX
Participação: XX
 
Mensagens: 24
Registrado: quinta dez 29, 2011 4:03 am
Localização: Brasil/Chile

Re: EXERCICIO IOGUE PARA O SUPRIMENTO DE ENERGIA PRÂNICA

Mensagempor rickadm » segunda ago 13, 2012 2:03 am


Olá Ric.Psicoluz,

[indent]       Estava mesmo faltando uma excelente técnica de absorção prânica aqui :D . É algo essencial para quem quer viver de prana e, como você mesmo disse, também muito útil mesmo que a pessoa tenha uma forma de alimentação convencional.

       Que legal, você está ajudando muito todos os membros do fórum e suponho que também muitas outras pessoas que entrem aqui.

       Acho que você já me tinha ensinado esta técnica a muito tempo atrás, mas não com este nível de detalhe.

Você tem colocado vários trechos do seu livro aqui.
Dá para notar que o seu livro é muito abrangente e tem muito conteúdo !!!
[/indent]
Muito Obrigado :concordo3:
Até Logo

Seja a mudança que você deseja ver no mundo. (Mahatma Gandhi)
E-mail: ricklff3@gmail.com
Avatar do Usuário
rickadm
prana adm
 
Mensagens: 224
Registrado: sábado dez 17, 2011 9:20 am
Localização: Portugal

Re: EXERCICIO IOGUE PARA O SUPRIMENTO DE ENERGIA PRÂNICA

Mensagempor alemmarinho » terça ago 14, 2012 1:39 pm

Valeu

Ricardo

Isto é importante, pois criar metodos para continuar se nutrindo de PRANA é básico para quem se propõem viver desta maneira, e esta será uma execelente maneira de buscar o padrão vibracional para de fato adquirir energia de maneira consciente e manter-se realmente vivendo de luz.

Valeu

Harmonia e luz. :sol:


Ric.Psicoluz Escreveu:Este tópico tem como finalidade dar a conhecer uma técnica iogue milenar, a qual aumenta incrivelmente a capacidade de absorçäo de energia prânica se utilizada ao menos uma vez ao dia, sendo a mesma altamente potencializada por quem puder praticá-la 3 vezes por dia. A principio, tal aporte prânico corresponde à primeira etapa abaixo denominada Relaxaçäo (1ª Parte). Täo importante como a primeira é a Relaxaçäo (2ª Parte), uma vez que promove o desbloqueio dos canais de energia do corpo por onde circulam o Prana e a sutil corrente elétrica, sendo distribuídos aos chakras, medula espinhal, cérebro, órgäos, glândulas endócrinas, músculos e nervos, assim permitindo que a energia se movimente livremente, o que vem proporcionar um profundo estado de relaxamento, em geral. De fato, estas duas etapas foram herdadas pelos antigos gurús da Índia, dos membros mais adiantados pertencentes à Civilizaçäo Atlante, sendo por eles utilizadas como forma de preparo à etapa da 'Meditaçäo' propriamente dita!

E qual a funçäo da Meditaçäo no processo "Viver de Luz"? É sabido que o estado de 'Paz Interior' e 'Felicidade' säo os mais poderosos meios para se captar e manter altos níveis de energia prânica... e que, segundo os Mestres Ascensionados, näo existe forma mais eficaz para atingi-las, uma vez que o Amor, a Paz e a Alegria Divina säo irradiantes... somente podendo ser recebidos de nossa Extensäo Divina. Portanto, praticar diariamente este exercicio de sintonizaçäo e integraçäo (Meditaçäo) com a 'LUZ INTERIOR', é um caminho que em algum momento deverá ser utilizado por todos os que pretendem "viver de Luz". A própria Jasmuheen medita há mais de 25 anos.

A seguir, retransmito a todos os interessados no tema "Viver de Luz" as técnicas de relaxamento e meditaçäo, as quais, independente de viver ou näo da energia prânica, deveriam ser utilizadas por todos os seres humanos, açäo esta que muito em breve transformaria o nosso planeta em uma morada plena de Luz, Amor, Paz e Felicidade! Pode ser que a principio as explicaçöes para alguns pareçam algo extensas ou complicadas, mas ao começarem a práticas... com o passar dos dias se perceberá que é algo bastante simples e extremamente prazeroso de ser realizado! Ou seja, se acaso deixamos de fazê-la por alguns dias... é como se faltasse algo imensamente importante para as nossas vidas... "e logo percebemos o quanto através de nossas vida estivemos, como mariposas, correndo atrás da luz dos postes... quando sempre existiu um Sol aguardando, latente e pacientemente, em nosso sagrado interior!" (Palavras do Ascensionado Mestre Saint Germain).


EXERCÍCIO DE RELAXAMENTO E MEDITAÇÄO


RELAXAMENTO (1ª Etapa):
. Inspirar lenta e profundamente pelas narinas, contando até 10, 15 ou 20, fazendo coincidir o momento em que o pulmäo se encontra cheio com o final da contagem.
. Reter a respiraçäo contando o mesmo número de vezes, ou seja, respeitando o mesmo tempo da inspiraçäo.
. Soltar o ar pela boca, lenta e gradualmente, até que o pulmäo esteja completamente vazio, respeitando a mesma contagem de tempo utilizado nas etapas anteriores.
. Sugestäo: Ao inicio de cada ciclo, puxar um dedo de uma das mäos para tráz, com o objetivo de näo se equivocar com o número de vezes pretendido.
. Repetir este ciclo respiratório por doze vezes. Observe que este exercício deverá ser feito muito lentamente, para que os resultados atinjam sua excelencia.

RELAXAMENTO (2ª Etapa):
. Após terminadas esta etapa, tomar uma inspiraçäo profunda pelas narinas (já näo é necessário contar o tempo para isto) até encher totalmente os pulmöes. Reter o ar e, ao mesmo tempo em que se fecha os punhos, realizar um esforço de contraçäo de todos os músculos do corpo, dos pés à cabeça, durante aproximadamente 7 segundos. Em seguida esvaziar os pulmöes expelindo o ar totalmente pela boca, de forma abrupta e em dois golpes (Assim: ahh… aaaahhhhhh); ao mesmo tempo, soltar os hombros e todos os músculos do corpo que, anteriormente, se encontravam contraídos. Este procedimento deverá ser repetido por seis vezes.
. Uma vez concluida esta etapa e täo logo se estabilize o fôlego (rítmo natural respiratorio), iniciar a seguinte etapa, que é a meditaçäo propriamente dita.

MEDITAÇÄO


1ª ETAPA (Principio da Meditaçäo Vipassana): Sente-se com a coluna vertebral totalmente na posicão vertical e deixe que a respiraçäo flua naturalmente, somente pelas narinas. Feche os olhos, mantendo a atençäo enfocada na entrada e saída do ar pelas cavidades nasais; sinta o frescor do ar que entra, quando toca a parte interna das narinas e a sensaçäo morna, quado ele sai. Mantenha a atençäo centrada exclusivamente aí, nesta regiäo do nariz e durante um periodo de tempo suficiente, até que alguns pensamentos comecem a surgir. Este é um aprendizado do ‘controle da mente’, consistindo simplesmente em ignorar ou näo dar importancia a tais pensamentos e aos sentimentos que normalemente o acompanham. Ao ignorá-lo, tal pensamento se distancia… Entäo, retorne a atençäo exclusivamente à respiraçäo e ao silêncio da mente, assim impedindo que os pensamentos tomem direçöes aleatórias e descontroladas. Quando vier o próximo pensamento reincidente… faça o mesmo que antes. Esta prática, ensinada por Gautama Buda, 500 anos antes de Cristo, pode ser exercitada em qualquer momento do dia em que näo se esteja executando atividades que exijam racionalizaçäo.

2ª Etapa (Integraçäo à ‘Luz Interior’): Logo a seguir, quando a mente estiver mais livre… comece o processo de integraçäo à Divina Essência Interior. Daqui em diante esqueça a atençäo dada à respiraçäo… e deixe que a mesma flua… de forma tranquila e natural. Imaginar, entäo, uma linda e brilhante ‘luz branca’ em volta do corpo, até dois metros de raio ao redor do mesmo. Junto a ela, imaginar uma luz de cor dourada irradiando-se do coraçäo, em meio à luz branca projetada ao redor do corpo, mantendo esta imagem durante aproximadamente 5 minutos. Ao ser concluido este periodo de tempo, dizer as seguintes palavras, de forma pausada e lenta, sejam a elas verbalizadas ou näo, as quais deveräo ser memorizadas:

“Eu agora, aceito alegremente, a poderosa Presença de Deus em meu coraçäo... o Cristo puro!”

A partir deste decreto… imagine a intensa expansäo da Luz Crística Dourada que está se irradiando do coraçäo e expandindo-se de forma esférica (centrífuga), ocupando até dois metros de raio ao redor do corpo. Passados alguns instantes, imagine que esta luz está se irradiando do núcleo de cada célula do cérebro e do corpo, mas sem perder de vista o foco principal de irradiaçäo, que é o centro do coraçäo. Manter-se neste estado de conexäo com a ‘Divina Essência Interior’ por um periodo de dez a vinte minutos, sentindo total gratidäo e amor por esta Fonte de toda Paz, Alegría, Proteçäo e Sabedoria. Quando finalmente sentir-se pleno, memorizar e finalizar com as seguintes palavras:

“Eu sou filho(a) da ‘Luz’. Eu sirvo a ‘Luz’, eu vivo na ‘Luz’, eu sou protegido, iluminado, suprido, nutrido, sustentado pela ‘Luz’… Eu abençoo a ‘Luz’!”

Observaçöes: Uma vez finalizada a meditaçäo, continuar sentindo imensa gratidäo pela paz que ainda flui de dentro do coraçäo. Se pode deslizar as mäos suavemente pelas pernas, pelo rosto e pelo corpo, abrindo lentamente os olhos… E sentindo que a serenidade adquirida, o suprimento de energia prânica, a sabedoria, a proteçäo e o amor… estaräo te acompanhando por todo o dia, até a próxima meditaçäo!

Ter sempre em mente que, com a prática contínua deste exercício, estaremos abrindo as portas e janelas do Coraçäo, näo apenas para que entre a luz do sol, mas para que se irradie, livre e em plenitude… a ‘Luz da Vida’!

PS: Segmentos extraidos do Capítulo 'MEDITAÇÄO', do livro "A Alquimia de Um Planeta". Blog: http://www.projetoluzconsciencia.blogspot.com
Viver de luz é o despertar de uma nova realidade, quebrando paradigmas da mente, da emoção e do fisico.
Avatar do Usuário
alemmarinho
Participação: CL
Participação: CL
 
Mensagens: 183
Registrado: quarta jul 25, 2012 12:22 pm
Localização: Planeta Terra


Voltar para ESOTERISMO / ESPIRITUALIDADE

Quem está ligado:

Usuário vendo este Fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante