Prana - Mistério da Construção da Pedra do Universo

Lista de Textos relacionados ao Respiratorianismo ou Sungazing ou Jejuns ou Frutarianismo ou Liquidarianismo

Prana - Mistério da Construção da Pedra do Universo

Mensagempor rickadm » quarta dez 21, 2011 6:39 am


Texto escrito por Gerd Lange


        O que os sábios indianos milhares de anos atrás chamavam “Prana”, os antigos chineses chamavam “chi” ou “ki” e os druidas se referem como “od” ou “id”. É comumente aceito que o Prana é a força vital, mas pequena demais ou etérica para ser percebida por qualquer espécie de dispositivo ou instrumento medidor datador.

        A ciência moderna descobriu que nosso tão aparentemente mundo sólido, vibra em uma eterna dança de redemoinho de átomos. Esses na verdade consistem de minúsculos pares de partículas, que finalmente tornam-se pura energia (prana) densificada em várias ondas que se agregam e permitem formar matéria.

        De um modo geral, existem duas coisas que aceitamos quando respiramos. Uma é o ar e a outra é o prana, força vital de pura energia em si, mais vital que o ar para nossa existência. Se você retira o ar, você tem alguns minutos antes que você morra; se você retirar a água, você tem mais tempo; e se você retirar a comida você tem ainda muito mais tempo, mas se você romper o prana do espírito, a morte é instantânea (1). Então, absorver o prana com a respiração é absolutamente crucial para sustentar nossa vida.

        O Prana não está somente no ar, ele está em toda parte. Não existe um lugar onde ele não esteja; ele existe até mesmo no vácuo ou no vazio. Nada existe sem o prana, nenhum ser animado ou inanimado. O Prana é o menor e mais refinado, bloco construído em miniatura de vida, energia sutil que cria e sustenta simplesmente tudo (matéria física, pensamentos, sentimentos...etc.). Prana em minha opinião é a mais alta energia criativa dimensional e inseparavelmente conectada ao espírito, Deus ou a energia criadora.

        Eu sempre fui interessado no Prana e em sua capacidade espiritual. Sendo um Rebirther por muitos anos, eu descobri, quais efeitos espantosos que eu continuamente testemunho em uma “respiração”, simplesmente não pode ser produzida somente pelo conteúdo de oxigênio acumulado na sessão ou através de minha orientação única. Lá sempre parece estar uma inteligência interior em funcionamento que inegavelmente sugere para mim uma conexão com o Divino.

        Então, o que realmente acontece durante uma sessão de respiração? Nós seres humanos somos uma confusa camada de quatro sistemas de energia do corpo, consistindo de um corpo espiritual, mental, emocional e físico - feito de Prana em vários estados de densificação (i.e. comprimentos de onda ou harmonias vibracionais). Cada um destes corpos é um campo de energia eletromagnética em forma de um sistema de grade, que ressona, em uma freqüência específica, não diferente de um banco de memória eletrônica de um computador. Cada um destes corpos funcionam em um nível diferente e desempenha interações de vida vitais, e.g. processa informação, retêm memória e desempenha uma variedade de outras funções. Os quatro corpos estão conectados através do sistema de Chakras.
Se desalinhado (através de choque, trauma, emoções) a malha destas grades coleta energias sutis densificadas (sentimentos reprimidos, deficiência orgânica, padrões de pensamento... etc.) ao invés de deixar elas circularem. Essas energias não processadas ficam presas no sistema. Se movendo através das camadas, densificam pensamentos em emoções, densificam emoções em sensações físicas e finalmente solidificam em sintomas físicos - enfermidade e doença.

        Respirando intencionalmente, de uma maneira ciente conectada, aumenta o conteúdo do Prana nas quatro camadas dos sistemas de grade. Acumular Prana nos corpos ajuda a realinhar as grades energisando-as, que aumenta sua freqüência vibracional. Isto por sua vez, atrai todos os quatro sistemas de grade simultaneamente ao ressonar em uma alta freqüência e eles automaticamente tentam alcançar um estado de unidade, um lugar de equilíbrio. Através do realinhamento, as energias densificadas presas se liberam, e se “purificam” através da livre flutuação do Prana, para ser transportado à superfície eletromagnética (consciência). Lá ela é processada durante o re-experimento e liberada como pensamento, emoção ou sensação. Isso deixa o seu sistema mais apurado, realinhado e conectado.

        Como estabelecemos uns poucos parágrafos antes, o Prana está em todas as coisas e tudo consiste disto. Deus (Fonte, o princípio criador) por definição também é tudo e tudo consiste dele e através dele . Por isso parece claro para mim que o Prana deve ser de natureza divina e tem uma conexão direta com a Fonte. Como o Prana é espírito puro, o “Ser” normalmente se conecta à Fonte em uma sessão de respiração através do corpo espiritual.
Experiências incluem sentimento ardente e internamente resplandecente, provido e amado, revelações místicas e consciência de unidade durante a fase de integração. Outro fascinando resultado desta técnica de respiração é que ela facilita a conexão com o Eu Superior permanente. Inicialmente você apenas entra em contato com seu Eu Superior, mas com o tempo você pode estabelecer uma conexão consciente e permanente para seu conhecimento interior, o Eu Divino Interior (DOW) e sua natureza verdadeira como alma tendo uma experiência humana.

        Uma informação recente sugere que uma vez nós realmente fomos conscientemente e continuamente conectados à infinita fonte de Prana e existimos puramente disto. Há pouco tempo atrás - aproximadamente 13000 anos - antes do último de mudança de pólo apagar nossa memória consciente disto (como Drunvalo e estado Bob Frissell), nós respirávamos de tal modo, que enquanto o ar entrava através de nossa boca e nariz, nós poderíamos tomar Prana através do topo de nossas cabeças, que uma vez foi o ponto fluido em cima de nossas cabeças. Simultaneamente, nós tomamos o Prana embaixo, através do períneo. Se você cuidadosamente observar como os bebês recém-nascidos respiram você pode realmente observar isto - uma pulsação suave na fontanela e o períneo.

        O canal do Prana vai através do corpo como um eixo vertical e está aproximadamente duas polegadas de diâmetro. Ele se extende uma palma acima da cabeça e uma palma abaixo dos pés e se conecta com o campo de energia cristalina (Mer-ka-ba) ao redor do corpo. O Prana então circula em acima e embaixo do corpo e se encontra em um dos Chakras. O Chakra onde o Prana se encontra, depende de onde você esta mentalmente, emocionalmente, e dimensionalmente “afinado.”(2)

        Após a mudança de pólo, nós paramos a respiração desta maneira e começamos a tomar o Prana através de nossa boca e nariz diretamente com o ar. O Prana então ultrapassa a glândula pineal no centro da cabeça. A glândula pineal é um olho - o terceiro olho - não a glândula pituitária como freqüentemente se pensa. Ela é formada como um globo ocular, redondo, côncavo, com uma lente para enfocar luz e receptores de cor. Ela é projetada para receber luz de cima para ir para toda célula no corpo instantaneamente. Normalmente esta glândula deveria ter aproximadamente o tamanho de uma moeda, mas em nós ela tornou-se do tamanho de uma ervilha porque não a usamos por aproximadamente 13000 anos.(3)

        O resultado direto de desligar a glândula pineal é a consciência da polaridade boa e ruim, certo e errado. Por causa do modo como respiramos, vemos as coisas em termos de bem e mal, mas de fato, Unidade é tudo que existe; há somente um Deus e um Espírito que move através de tudo.(4)
Quando eu encontrei Jasmuheen, dois anos e meio atrás, numa conferência internacional para Breathworkers (GIC) eu obtive coisas realmente interessantes para mim. Ela deu uma palestra lá, sobre a possibilidade de ser capaz de viver sem comida, vivendo de luz, ser sustentado puramente de Prana (que foi o modo de existirmos no tempos quando utilizávamos o tubo Prana). Tudo o que tinha a fazer é conectar ao Divino eu interior (DOW) e permitir à você mesmo estar farto disso através uma substituta fonte de alimentação, a mais refinada, mais pura forma de energia, de Deus por si própria, o Prana.

        Isto genuinamente fundiu minha mente, especialmente como minha imediata reação interna foi um enorme SIM!!!. Na verdade sendo bastante amante de comida e cozinheiro, com uma antes forte tendência para engordar, fiquei surpreso em ter tido tal reação. Mas através do tempo e através do meu crescente envolvimento com seu exemplo (e que de milhares de outras pessoas tendo feito este processo de reprogramação de 21dias com sucesso no entanto) isto tornou-se muito claro para mim que viver de Prana é uma verdade e possibilidade de expansão da mente. Ser capaz de ser sustentado de energia só significaria para mim a precisa comprovação que eu sou um ser de luz, que eu não sou a estrutura principal, mas algo muito mais refinado e expandido. Eu intuitivamente sempre conheci e senti isto, mas lá não tinha tido qualquer comprovação precisa até agora. Sua teoria, contudo, era ultrajante, fez total significado para mim. Com base na informação do tubo Prana, minha persistente crença que o Prana era tudo e de natureza divina e minha forte conexão para meu DOW simplesmente me incitou a tentar essa possibilidade.

        As boas notícias eram que, se corretamente preparado e confiante, qualquer um poderia fazer o processo dos 21 dias. Você não teria que ser um santo, o que eu teria definitivamente desconsiderado. O maior desafio para mim agora era na verdade encontrar um mês de tempo livre na minha absolutamente ocupada agenda. Eu tive que esperar por quase 2 anos antes de minha chance chegar. Em vista posterior do processo este período de espera foi muito precioso, pois ele me deu a oportunidade de pesquisar com mais profundidade e falar com muitas pessoas que já tinham feito o processo. Através de seus relatos e experiências eu alcancei um lugar de saber em mim, mais longe de qualquer vestígio de dúvida, que é realmente possível viver de luz, viver de Prana.

        Minha parceira Yamini, que conheceu mais Jasmuheen nessa conferência e teve a mesma reação que eu, encontrou tempo para fazer seu processo 2 meses antes de mim. Vendo-a percorrendo o processo com todos seus desafios, mas observando isto renovado e transformado com mais poderes, ciente do caminho, inspirou me até ainda. Então finalmente minha hora também chegaria. Eu não detalharei o processo aqui como há não bastante tempo e espaço para isso agora, mas foi uma surpreendente, ainda ordinária hora. Eu me sinto totalmente mudado, ainda mais curiosamente o mesmo. Houve uma firme transição para mim, incluindo um completo realinhamento do meu corpo e estrutura física, e eu ainda sinto “sou eu ainda”, apenas com uma diferença. A mais óbvia diferença claro é, que eu não tenho que comer mais.

        Para mim agora estou com aproximadamente 160 dias (5 meses +) desde que eu parei de comer e Yamini está a aproximadamente 200 dias neste momento. Nosso peso estabilizou, nossos níveis de energia estão altos e partilhamos completamente a vida. Yamini está trabalhando fora regularmente na academia, enquanto eu, claro, ainda não tenho tempo para isso como de costume (trabalhando alguns dias até 16 horas). Neste momento nosso pensamento inicial de “Isto realmente funciona?” foram totalmente afastados. Nós conhecemos com segurança, estamos totalmente sustentados de energia prânica única - que é maravilhosa. De alguma maneira um milagre e ainda nos parece bastante normal.

        Eu estou comparando o processo (e porquanto nós não precisamos comer mais) a um enorme caminho de fogo. Você apenas pode fazê-lo seguramente quando se sabe absolutamente que você pode. Se você tiver qualquer dúvida sobre o assunto, você queimará seus pés e isto é o mesmo com o processo. Enquanto você duvidar e desacreditar será impossível para você fazê-lo. Isto parece a total comprovação para mim que aquele pensamento é criador, que nós estamos conscientes em criar nossa realidade em qualquer altura, e que existem surpreendentes possibilidades lá fora que não exploramos ainda.

        Como estabelecemos anteriormente, Prana é de natureza eletromagnética. Isto sugere que é possível carregar e programar o Prana com sua energia do pensamento intencional e que você pode usá-la para consciente criação e cura, para você mesmo e para o bem supremo deste planeta e do seu povo. Então se você estiver interessado em questões mundiais e quer fazer uma contribuição positiva, comece respirando apaixonado e luz e respire amor, paz, compaixão e intenções positivas para a supremacia da humanidade. Crie sua realidade, sua visão da versão do paraíso sobre a terra, e irradie sua carga pessoal positiva disso (e esperançosamente). divirta-se!

FIM


Avatar do Usuário
rickadm
prana adm
 
Mensagens: 224
Registrado: sábado dez 17, 2011 9:20 am
Localização: Portugal

Voltar para TEXTOS, ARTIGOS e ENTREVISTAS

Quem está ligado:

Usuário vendo este Fórum: Bing [Bot] e 1 visitante

cron